CPI da Pandemia, Bolsonaro em NY, precatórios e mais da noite de 21 de setembro

5 Fatos Noite repercute as principais notícias do Brasil e do mundo

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

Um depoimento tumultuado na CPI da Pandemia, a visita de Bolsonaro ao memorial das vítimas do 11 de Setembro, o primeiro discurso de Joe Biden na ONU e a decisão do STF sobre a sabatina de André Mendonça são alguns dos destaques da noite desta terça-feira, 21 de setembro.

CPI da Pandemia

O ministro da Controladoria-Geral da União, Wagner Rosário, entrou na lista de investigados da CPI da Pandemia, após depoimento tumultuado. A sessão foi encerrada pelo presidente da comissão, Omar Aziz, depois que o depoente chamou a senadora Simone Tebet de “descontrolada”. Durante o depoimento, Wagner Rosário negou a existência de superfaturamento envolvendo a compra da vacina Covaxin.

Bolsonaro em NY

O presidente Jair Bolsonaro visitou hoje o memorial às vítimas do 11 de Setembro em Nova York. Acompanhado da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, eles colocaram flores nos nomes de três brasileiros que morreram nos atentados. Foi o último compromisso de Bolsonaro nos Estados Unidos antes do embarque de volta ao Brasil, após o discurso na Assembleia-Geral da ONU.

Joe Biden na ONU

O presidente americano, Joe Biden, discursou pela primeira vez na ONU. Ele disse que o momento é de diplomacia, e não de poder militar, para resolver as crises. Biden também disse que não está em busca de uma nova guerra fria.

Precatórios

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, criou a comissão especial para discutir o pagamento de quase R$ 90 bilhões em precatórios. Lira se reuniu com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, e com o ministro da economia, Paulo Guedes, para alinhar a tramitação da Proposta de Emenda Constitucional. O presidente da Câmara marcou para quarta-feira (22) a formação da comissão.

Sabatina de Mendonça

O ministro do STF Ricardo Lewandowski cobrou explicações do presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, Davi Alcolumbre, sobre a sabatina de André Mendonça. O ex-advogado-geral da União foi indicado por Bolsonaro para uma vaga no Supremo Tribunal Federal.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

(Publicado por Daniel Fernandes)

Mais Recentes da CNN