CPI desiste de Queiroga, pacote anunciado por Guedes e mais deste 12 de outubro

5 Fatos Noite repercute as principais notícias do Brasil e do mundo

Da CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O cancelamento do terceiro depoimento do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, à CPI da Pandemia e o pacote em infraestrutura verde anunciado pelo ministro da Economia estão entre os destaques do 5 Fatos Noite desta terça-feira, 12 de outubro de 2021.

CPI desiste de convocar Queiroga

A CPI da Pandemia desistiu de ouvir o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. No lugar do chefe da pasta, os senadores pretendem ouvir o médico Carlos Carvalho, apontado como o responsável pelo adiamento da análise da Comissão de Incorporação de Tecnologia do SUS, a Conitec, sobre o uso de medicamentos do “kit Covid”, que não têm eficácia comprovada contra a doença.

Pacote anunciado por Guedes

Em entrevista à CNN Internacional, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o Brasil criará um pacote de US$ 2,5 bilhões em infraestrutura verde, a ser anunciado na COP26. Sobre o caso Pandora Papers, o chefe da pasta disse que a sua empresa no exterior segue todas as regras da Receita Federal e do Banco Central.

Sabatina de Mendonça em 2023

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse a aliados que deve segurar a sabatina de André Mendonça até 2023. A declaração foi dada depois de o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), negar um pedido para obrigar o Senado a analisar a indicação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) à corte.

AGU contra prazo para análise de impeachment

A Advocacia-Geral da União (AGU) informou ao STF que é contra a exigência de um prazo para que o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), analise pedidos de impeachment contra Bolsonaro. A AGU se manifestou pelo arquivamento de uma ação apresentada à corte, que tem como relator o ministro Nunes Marques.

Arcebispo pede pátria sem armas

O arcebispo de Aparecida pediu uma pátria sem armas, ódio e mentiras. Durante uma homilia no Santuário Nacional, no interior de São Paulo, Dom Orlando Brandes lamentou as mais de 600 mil mortes por Covid-19 no país e defendeu a vacinação.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br.

Mais Recentes da CNN