Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Delegado da PF baleado em Guarujá é transferido para hospital em SP

    Thiago Selling da Cunha, de 40 anos, atingido na cabeça por um disparo, estava internado no litoral paulista

    Delegado da PF Thiago Selling da Cunha é baleado na cabeça em operação no litoral de São Paulo
    Delegado da PF Thiago Selling da Cunha é baleado na cabeça em operação no litoral de São Paulo Divulgação

    Juliane Assisda CNN

    em São Paulo

    O delegado da Polícia Federal (PF) Thiago Selling da Cunha, de 40 anos, baleado durante uma operação em Guarujá, no litoral de São Paulo, foi transferido na tarde de quarta-feira (16) para a capital paulista.

    Thiago estava internado no Hospital Santo Amaro, no litoral, e após estabilidade e autorização médica para a transferência, foi encaminhado para São Paulo. O hospital não confirmou para onde o paciente foi levado.

    O delegado foi baleado na cabeça após o cumprimento de mandados de busca e apreensão numa operação contra tráfico de drogas, na terça-feira (15), em Guarujá. A PF prendeu dois suspeitos e apreendeu uma submetralhadora, uma pistola, dinheiro e drogas.

    Os suspeitos foram levados à Delegacia de Polícia Federal em Santos, para serem autuados, segundo a PF, por tentativa de homicídio, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

    A Associação dos Delegados de Polícia do Brasil (Adepol) e a Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal divulgaram notas manifestando repúdio e solidariedade ao delegado.

    A Procuradoria-Geral de Justiça também se solidarizou com o caso.

    “É inadmissível que agentes do Estado no cumprimento de seu dever sejam atacados, como ocorreu em Guarujá, nesta terça-feira (15/8). Por isso, o MP-SP reafirma o seu compromisso com a mais intransigente defesa da ordem jurídica, o que implica dizer que a instituição envidará todos os esforços no sentido de cooperar com as demais autoridades para levar à barra dos tribunais os autores deste crime praticado contra o agente público a fim de que sejam condenados de forma exemplar.”

    Veja também – Violência e crime são os maiores problemas do Brasil, mostra pesquisa Genial/Quaest