Demissão de Moro, reações do mercado financeiro e mais da tarde de 24 de abril

5 Fatos Tarde, apresentado por Roberta Russo, repercute principais notícias do Brasil e do mundo

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A demissão de Sergio Moro do Ministério da Justiça e Segurança Pública, as reações do anúncio no mercado financeiro e atualizações sobre o novo coronavírus estão entre os 5 Fatos Tarde desta sexta-feira, 24 de abril de 2020.

Demissão de Moro

Sergio Moro deixa o cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública. O pedido de demissão teve acusações e foi feito depois de o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) publicar no Diário Oficial da União a exoneração do diretor-geral da Polícia Federal, Mauricio Valeixo, sobre a qual Moro disse ter ficado sabendo apenas nesta sexta.

Mercado reage

O mercado financeiro reagiu à demissão de Moro. O dólar segue em disparada e já ultrapassa os R$ 5,60. A decisão ainda gera especulação sobre o ministro da Economia, Paulo Guedes.

COVID-19 nos EUA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sugeriu que a luz solar poderia ser utilizada para tratar pacientes com coronavírus, além de levantar a possibilidade de aplicações de desinfetante no corpo humano “por injeção ou como uma espécie de limpeza”.

Auxílio emergencial

A Caixa Econômica Federal deve pagar nesta sexta o auxílio emergencial para quase dois milhões de pessoas que se inscreveram pelo site ou aplicativo. Os recursos, que já foram disponibilizados pelo Ministério da Cidadania, poderão ser acessados amanhã.

Pagamento do 13º 

O INSS começa a pagar nesta sexta-feira (24) a primeira parcela do 13º salário para aposentados e pensionistas. O pagamento, que costuma cair em julho, foi antecipado como uma das medidas para reduzir o impacto da pandemia do novo coronavírus.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

Mais Recentes da CNN