Desaparecimento no AM: PF busca resquício de material genético em lancha de suspeito

Amarildo foi preso em flagrante por porte de munição de uso restrito. Até o momento, porém, não há confirmação de seu envolvimento com o desaparecimento de Bruno Araújo e Dom Phillips

Nathallia Fonsecada CNN

Ouvir notícia

O comitê de crise na Política Federal em Manaus anunciou, nesta quinta-feira (9), que realiza o levantamento de um possível material genético presente na lancha apreendida com Amarildo da Costa de Oliveira, 41, suspeito de envolvimento com o desaparecimento do jornalista Dom Phillips e do indigenista Bruno Araújo.

Amarildo foi preso em flagrante por porte de munição de uso restrito. Até o momento, porém, não há confirmação de seu envolvimento com o caso. Os profissionais estão desaparecidos desde domingo (5).

De acordo com o Departamento, as equipes investigativas acreditam na possibilidade de existência de vestígios de amostra biológica no veículo.

Em nota, a prefeitura de Atalaia do Norte (AM), região onde a dupla foi vista pela última vez, afirmou que “não tem relação com os suspeitos envolvidos no caso”. O texto foi divulgado após a informação de que o Procurador-geral do município, Ronaldo Caldas da Silva Maricaua, foi procurado pela família do suspeito para defendê-lo.

“Vale ressaltar que o município de Atalaia do Norte possui um número limitado de advogados, com apenas dois profissionais do ramo residindo na cidade”, reforça a nota.

Mais Recentes da CNN