Durante feriado, praias têm aglomeração e casas noturnas são multadas no Rio

Vigilância Sanitária aplicou multas, porém faltou fiscalização na orla; isolamento caiu para 15% no bairro de Botafogo

Jairo Nascimento, Isabelle Resende, Camille Couto e Elis Barreto, da CNN, no Rio

Ouvir notícia

Praias, quiosques e casas noturnas registraram aglomerações durante o feriado de Nossa Senhora Aparecida no Rio de Janeiro. A Vigilância Sanitária aplicou multas, porém faltou fiscalização na orla.

Leia mais:
Escolas particulares do Rio terão que assinar protocolo sanitário para voltar
Brasil tem ‘janela de oportunidade’ para estabilizar Covid-19, diz especialista

Aglomeração e pessoas sem máscara na primeira noite de reabertura de bares no Ri
Aglomeração e pessoas sem máscara na primeira noite de reabertura de bares no Rio de Janeiro
Foto: CNN (03.jul.2020)

Dois estabelecimentos, na zona oeste foram interditados por sete dias e terão de pagar multa de, no mínimo, R$15 mil para retomar as atividades. A música ao vivo em bares e restaurantes está liberada desde o dia 1° de outubro, porém é proibida a pista de dança. Uma terceira casa noturna foi notificada por aglomeração na rua e falta de sabão para os clientes.

O templo nublado durante parte do dia não afastou os banhistas da praia. Além de muita gente e da falta de máscara durante o dia, os quiosques estavam lotados à noite. 

De acordo com a prefeitura, o índice de isolamento social na cidade foi de 44%. O bairro de Botafogo, conhecido pelos bares e comércio, apresentou taxa de 15%, a menor entre os demais aferidos.

A cidade do Rio tem taxa de ocupação das UTIs em 76% e em 58% da enfermaria. No estado e de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, são 283 mil casos de Covid-19 com 19 mil mortes.

Mais Recentes da CNN