Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Em condomínio de luxo, muro de casa desaba após fortes chuvas em SP e vídeo viraliza

    À CNN, o proprietário da casa, Samuel Bonfim, afirmou que pretende acionar vizinho na Justiça e estimativa é de que prejuízo provocado chegue a R$ 800 mil

    Vital NetoLéo Lopesda CNN

    em São Paulo

    Viralizou nas redes sociais um vídeo de um morador de um condomínio de luxo de Alphaville, na Grande São Paulo, que mostrou o muro de seu quintal desabar por conta de fortes chuvas.

    @samuelborgesbonfim Momentos antes da tragédia em Alphaville olha o desespero da criança #engenharia #alphavile #construction #constru #obras ♬ som original – Samuel Borges Bonfim

    Em entrevista à CNN, o proprietário da casa, Samuel Bonfim, contou que o desabamento aconteceu na última terça-feira (24) e que estava em casa por coincidência. No momento que o muro caiu, ele estava no quintal com sua filha, mas nenhum deles ficou ferido.

    Segundo Samuel, ele mora com a família na residência há três anos e só depois que já morava no condomínio é que outros vizinhos chegaram e construíram as outras casas.

    Ele afirmou que os problemas de infiltração começaram quando seu vizinho iniciou as obras da casa, que foi construída aos fundos da sua.

    Samuel disse que chegou a conversar com o vizinho durante as obras e que o convenceu a chamar um especialista para avaliar, mas o laudo não teria apontado nenhum problema na construção.

    A estimativa dele, é que o custo de reparo do muro, da área de lazer, piscina e do piso, podem chegar a R$ 800 mil.

    Quintal da casa de Samuel Bonfim depois de muro desabar.
    Quintal da casa de Samuel Bonfim depois de muro desabar. / Arquivo Pessoal

    Samuel afirma que foi alertado por engenheiros do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea) de que ainda existe risco de deslizamentos no quintal da casa e que, por receio, preferiu deixar a residência e que pretende acionar o vizinho, que não foi identificado, e o condomínio na Justiça.

    O dono da casa disse ainda que também pediu ajuda ao condomínio, mas que não recebeu nenhum suporte, nem antes e nem depois do desabamento. Ele relata ainda, que o condomínio é lar de diversas personalidades famosas e que seus vizinhos também sofrem com infiltrações.

    O condomínio é o Itahyê Residencial, localizado no bairro de Alphaville, no município de Santana de Parnaíba, na região metropolitana da capital paulista.

    O empreendimento de alto padrão foi lançado em 2008, conta com mais de 530 mil m² de área, 415 casas a partir de 420 m² e serviços como quadras esportivas, piscina, salões de festas e jogos e afins.

    Vista aérea da portaria do Residencial Itahyê, no bairro de Alphaville, no município de Santana de Parnaíba.
    Vista aérea da portaria do Residencial Itahyê, no bairro de Alphaville, no município de Santana de Parnaíba. / Cipasa Urbanismo

    Crea investiga responsável técnico pela obra

    Fiscais do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea) foram ao local com agentes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros após receberem uma denúncia pelo desabamento do muro.

    “Após a vistoria no dia 25/01, a fiscalização do Conselho emitiu notificação para que o condomínio e o proprietário do imóvel vizinho, apresentem a documentação referente aos projetos de execução da obra”, informou o Crea em nota.

    O Conselho ainda solicitou os nomes dos profissionais envolvidos e os projetos das duas casas, como os de fundação, estaqueamento, drenagem e execução das fases da obra.

    O chefe da Unidade de Gestão de Inspetoria (UGI) do Crea, Felipe Xavier, afirmou que o muro cedeu pela pressão da água das chuvas e que será investigado “se havia um responsável técnico registrado no Crea-SP na realização dessa obra”.

    CNN tentou contato com a administração do condomínio Residencial Itahyê para comentar o caso e aguarda retorno.

    Ação de fiscalização do Crea-SP, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros após desabamento de muro na Grande SP.
    Ação de fiscalização do Crea-SP, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros após desabamento de muro na Grande SP. / Arquivo Pessoal