Enem 2020 ocorrerá até o final do ano, garante presidente do Inep

Órgão vai recorrer de determinação da Justiça de SP que pediu adiamento da prova por causa da pandemia do novo coronavírus

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O Enem 2020 será realizado até final deste ano, afirmou Alexandre Lopes, presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pela aplicação da prova vinculado ao Ministério da Educação, em entrevista à CNN neste sábado (18). 

Na sexta-feira (17), a Justiça Federal de São Paulo determinou o adiamento do exame por causa da pandemia do novo coronavírus. As provas, que neste ano serão digitais e presenciais, estão marcadas para outubro e novembro.

Embora tenha garantido que a avaliação será mantida, Lopes admitiu que as datas podem, sim, sofrer alterações. “Quero assegurar que vai ter o Enem, será feito. O Enem é uma política pública muito importante de acesso à faculdade e vai acontecer. A data é até o final do ano, nós vamos recorrer dessa decisão [de adiar a prova] e não tem problema, vai ter Enem e será utilizado para acesso no ensino superior do primeiro semestre de 2021”, disse Lopes.

O presidente também afirmou que já pediu para ser ouvido pela Justiça de São Paulo, pois, de acordo com ele, a decisão foi tomada sem levar em consideração os pedidos do Inep. “Nós inclusive colocamos na nossa peitção que não vamos deixar ninguém para trás. Nós já havíamos decidido e divulgado que independente do aluno ter pedido ou não a isenção, o Inep vai garantir que todos aqueles que têm direito à isenção vão conseguir”, completou.

Alexandre Lopes também esclareceu que não há a possibilidade da aplicação do Enem à distância, ou seja, que os inscritos realizam as provas diretamente de suas casas a partir de um computador pessoal.

“Não haverá prova à distância. O que estamos colocando a partir desse ano é o Enem digital, onde a prova é transmitida pela Internet, mas é realizada em locais de prova. Não será realizada a partir do computador de casa, o aluno vai até o local da prova.”

Mais Recentes da CNN