Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Enem 2023: Perdeu a prova? Veja quem pode se inscrever para a reaplicação da prova

    Exames estão marcados para os dias 12 e 13 de dezembro deste ano

    Cadernos de provas do Enem
    Cadernos de provas do Enem Shutterstock/Brenda Rocha

    Guilherme Gamada CNN

    em São Paulo

    Quase 4 milhões de candidatos se inscreveram para a prova do Enem 2023, o Exame Nacional do Ensino Médio, que aconteceu nos dias 5 e 12 deste mês, de acordo com Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

    No segundo dia de prova, 32% dos candidatos não compareceram, segundo o ministro de Estado da Educação, Camilo Santana, e o presidente do Inep, Manuel Palacios.

    Nesta segunda-feira (13), abrem as solicitações para a reaplicação do Enem 2023, prazo que se estende até a próxima sexta-feira (17).

    O Inep informa que quem foi prejudicado por problemas logísticos ou acometido por doenças infectocontagiosas, como prevê o edital, pode pedir, por meio da Página do Participante.

    O mesmo vale para as pessoas que não compareceram porque foram alocadas a uma distância superior a 30 quilômetros da residência informada na inscrição, que também podem solicitar a reaplicação que acontecerá nos dias 12 e 13 de dezembro.

    Se o participante foi afetado por problemas logísticos, como comprometimento da infraestrutura, falta de energia elétrica no local de prova ou erro de aplicação, ele pode solicitar a reaplicação.

    O instituto informa que avaliará as solicitações, de acordo com as intercorrências registradas, e as pessoas alocadas a mais de 30 quilômetros da residência têm o direito à reaplicação garantido.

    Entre os casos de doenças, estão previstas: covid-19; tuberculose; coqueluche; difteria; doença invasiva por Haemophilus influenza; doença meningocócica e outras meningites; varíola; Influenza humana A e B; poliomielite por poliovírus selvagem; sarampo; rubéola e varicela.

    Os pedidos de reaplicação devem ser acompanhados por documentos comprobatórios.

    Veja também – Waack: O Enem e o atraso mental do Brasil