Escritora Lya Luft morre aos 83 anos em Porto Alegre

Lya Luft estava enfrentando um câncer tipo melanoma; a informação foi confirmada por sua filha, Susana Luft

Escritora gaúcha faleceu aos 83 anos em Porto Alegre
Escritora gaúcha faleceu aos 83 anos em Porto Alegre Reprodução / Agencia Riiff

Ingrid OliveiraVital Netoda CNN

Ouvir notícia

A escritora Lya Luft morreu nesta quinta-feira (30) em Porto Alegre. A informação foi confirmada por sua filha, Susana Luft.

Nascida em Santa Cruz do Sul, Luft tinha 83 anos e deixou três filhos.

Lya estava lutando contra um câncer de pele, do tipo melanoma. Ela chegou a ficar internada até meados de dezembro, mas pediu para ficar em casa antes das festas de fim de ano, pois queria estar próxima da família.

Ainda de acordo com a filha, Lya morreu enquanto dormia.

Em nota, a assessoria de Luft disse que “sua obra permanece, como extensão de sua vida, para que não nos esqueçamos de seu legado.”

O governador do estado, Eduardo Leite, usou as redes sociais para lamentar a morte da escritora:

Carreira

Lya Luft era cronista, contista, romancista, ensaísta e poeta. A escritora gaúcha formou-se em Letras anglo-germânicas pela PUC-RS, e se tornou mestre em Linguística Aplicada e em Literatura Brasileira.

Além disso, foi professora universitária e colunista em publicações jornalísticas brasileiras. Também foi patrona da Feira do Livro de Porto Alegre.

Lya Luft escreveu “Perdas & Ganhos”, “As parceiras”, “O Lado fatal” e uma série de clássicos, sendo “As Coisas Humanas”, lançado no ano passado, seu último trabalho publicado.

Com informações da Agência Riff, que representava a autora

Mais Recentes da CNN