Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Especialista analisa informações levantadas no relatório sobre acidente de Marília Mendonça

    Lito Sousa fala sobre um provável erro de julgamento do piloto na hora da aproximação da aeronave ao solo

    Bárbara BrambilaLayane Serranoda CNN

    em São Paulo

    A Força Aérea Brasileira (FAB) concluiu que não houve erro humano ou falha mecânica no acidente que matou a cantora Marília Mendonça e outras quatro pessoas em novembro de 2021, em Minas Gerais. Apesar disso, o relatório cita uma “avaliação inadequada” do piloto durante o pouso.

    Em entrevista à CNN, o especialista em segurança aérea, Lito Sousa, sinalizou que no relatório consta que foi identificado um provável erro de julgamento do piloto na hora de aproximação, mas que isso não é categorizado como um erro.

    “Na época do acidente não havia uma carta de aproximação visual aeródromo de Caratinga. Então essa aproximação do avião para o aeroporto era feita de acordo com uma norma geral”, explicou.

    Lito diz que percebeu “nas entrelinhas” do relatório que havia uma preocupação da tripulação com o conforto e a segurança dos passageiros.

    “No relatório diz que o piloto desvia de pequenas precipitações durante a rota. Não era necessário fazer esse desvio, mas foi feito porque ele queria mais conforto e segurança para os passageiros. E provavelmente o mesmo aconteceu na aproximação de Caratinga”.

    Ele acrescentou que trata-se de probabilidades, já que a aeronave não continha uma caixa preta.

    Acompanhe as principais notícias nacionais em tempo real na CNN.