Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Justiça torna réu homem acusado de divulgar fotos de Marília Mendonça após morte

    De acordo com o Ministério Público, André Felipe de Souza Alves Pereira também seria o responsável por vazar imagens dos cantores Gabriel Diniz e Cristiano Araújo após acidentes fatais

    Marina Demorida CNN

    em Brasília

    A Justiça do Distrito Federal (DF) aceitou a denúncia do Ministério Público (MP) contra André Felipe de Souza Alves Pereira, de 22 anos, acusado de divulgar fotos de Marília Mendonça feitas para perícia no Instituto de Medicina Legal (IML).

    Além das fotos da cantora, ele também é responsável, segundo o Ministério Público Federal (MPF), pelo vazamento de imagens de Cristiano Araújo, morto em um acidente de carro em 2015, e Gabriel Diniz, vítima de acidente aéreo, em 2019.

    O juiz Max Abrahao Alves de Souza, que assina a decisão, determinou ainda, a exclusão da conta utilizada pelo denunciado no Twitter para praticar os crimes. O conteúdo veiculado também deverá ser removido.

    André Felipe foi preso em flagrante, no dia 17 de abril, após usar as redes sociais para divulgar imagens de artistas mortos. A decisão torna o suspeito réu no processo que investiga o caso.

    O réu deve responder pelo crime de vilipêndio de cadáver, com pena prevista de detenção de 1 a 3 anos e pagamento de multa. As imagens, segundo investigação da Polícia Civil do DF, foram obtidas ilegalmente e distribuídas de forma indiscriminada na internet.

    Além da divulgação das imagens, André também é investigado, de acordo com a denúncia oferecida pelo MPDF, por fazer publicações que propagaram ideias nazistas, racistas e xenofóbicas, inclusive com a utilização da cruz suástica – símbolo do nazismo, nas redes.