Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Esta é a maior cidade do Brasil que não é uma capital

    Censo Demográfico 2022, do IBGE, mapeou municípios brasileiros; São Paulo continua sendo o mais populoso

    Viaduto cidade de Guarulhos
    Viaduto cidade de Guarulhos Divulgação/Prefeitura de Guarulhos

    Tiago Tortellada CNN

    Em São Paulo

    O Censo Demográfico 2022 foi divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira (28). O levantamento revelou que Guarulhos (SP) é a maior cidade brasileira que não é capital, tendo 1.291.784 de residentes.

    O município ganhou 69.805 habitantes em comparação com o Censo de 2010, quando tinha 1.221.979 de pessoas, uma variação de 5,7%.

    As outras duas cidades que não são capitais e estão entre as 20 mais populosas são Campinas (SP), com 1.138.309 de habitantes, e São Gonçalo (RJ), com 896.744 residentes.

    Já Serra da Saudade (MG) é o menor município do Brasil, com 833 habitantes. As duas outras cidades que não ultrapassam a barreira dos mil residentes são Bora (SP), com 907 pessoas, e Anhanguera (GO), com 924 habitantes.

    Em 1590, foram descobertas minas de ouro em uma região que atualmente é um bairro de Guarulhos. O local veio a receber a denominação de cidade em 1906.

    Atualmente, Guarulhos possui o aeroporto internacional de Cumbica, que começou a operar em 1985.

    Veja os 20 maiores municípios do Brasil segundo o Censo 2022

    1. São Paulo (SP) — 11.451.245 de habitantes (+1,8% na comparação com 2010)
    2. Rio de Janeiro (RJ) — 6.211.423 de habitantes (-1,7%)
    3. Brasília (DF) — 2.817.068 de habitantes (+9,6%)
    4. Fortaleza (CE) — 2.428.678 de habitantes (-1,0%)
    5. Salvador (BA) — 2.418.005 de habitantes (-9,6%)
    6. Belo Horizonte (MG) — 2.315.560 de habitantes (-2.5%)
    7. Manaus (AM) — 2.063.547 de habitantes (+14,5%)
    8. Curitiba (PR) — 1.773.733 de habitantes (+1,2%)
    9. Recife (PE) — 1.488.920 de habitantes (-3,2%)
    10. Goiânia (GO) — 1.488.920 de habitantes (+10,4%)
    11. Porto Alegre (RS) — 1.332.570 de habitantes (-5,4%)
    12. Belém (PA) — 1.303.389 de habitantes (-6,5%)
    13. Guarulhos (SP) — 1.291.784 de habitantes (+5,7%)
    14. Campinas (SP) — 1.138.309 de habitantes (+5,4%)
    15. São Luís (MA) — 1.037.775 de habitantes (+2,3%)
    16. Maceió (AL) — 957.916 habitantes (+2,7%)
    17. Campo Grande (MS) — 897.938 habitantes (+14,1%)
    18. São Gonçalo (RJ) — 896.744 habitantes (-10,3%)
    19. Teresina (PI) — 866.300 habitantes (+6,4%)
    20. João Pessoa (PB) — 833.932 habitantes (+15,3%)

    Censo 2022

    O Censo 2022 é a 13ª operação do tipo realizada em território brasileiro, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

    Por lei, os censos são feitos com, no máximo, dez anos de intervalo. Porém, devido à pandemia da Covid-19, a coleta de informações e formulação dos resultados foi adiada em 2020.

    Em 2021, segundo o instituto, também não foi realizado o levantamento devido ao “profundo corte orçamentário”, sendo finalmente aplicado em 2022.

    Os recenseadores do IBGE visitaram 106,8 milhões de endereços e 90,7 milhões de domicílios em 2022.

    Foram aplicados 62.388.143 questionários “básicos”, com 26 quesitos e tempo médio de seis minutos; e 7.772.064 questionários “ampliados”, com 77 quesitos e tempo médio de 16 minutos.

    Ao todo, 68.659.405 de entrevistas foram feitas presencialmente, 362.563 questionários foram preenchidos pela internet e 412.725 entrevistas foram feitas por telefone.

    O instituto ressalta que os dados adquiridos através dos censos são utilizados, por exemplo, no planejamento social e econômico do país.