Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Plural

    “Eu vejo a minha trajetória como uma missão”, diz Zezé Motta

    Com grande presença cultural no país, Zezé Motta é considerada uma diva da arte brasileira, em especial da afro-brasileira. A atriz e cantora é a homenageada da 2ª Expo Internacional da Consciência Negra.

    A atriz Zezé Motta, em entrevista ao CNN Séries Originais
    A atriz Zezé Motta, em entrevista ao CNN Séries Originais Foto: CNN Brasil

    Amanda Alvesda CNN São Paulo

    Às vésperas do feriado da Consciência Negra, Zezé Motta, atriz e cantora, destaca que a data ainda não pode ser de celebração. “Infelizmente ainda não podemos dizer que é um dia de festa, de celebração, mas sim de reflexão para virar esse jogo!”, enfoca.

    Em entrevista à Letícia Vidica, idealizadora do projeto CNN No Plural, Zezé Motta falou de etarismo e da importância da presença de pessoas negras em múltiplos segmentos.

    “Eu vejo a minha trajetória como uma missão. Eu me sinto predestinada. Tudo que eu tenho feito e tentado fazer é da melhor forma possível, com a preocupação de que seja com muita responsabilidade e com muita dignidade. Fico muito honrada, por exemplo, quando alguma mulher, principalmente uma mulher negra e jovem, fala que eu sou uma inspiração. Hoje eu vejo que o reconhecimento é uma coisa importante”, afirma.

    Zezé Motta, atriz e cantora, em entrevista à Letícia Vidica/Foto: Amanda Alves

    Zezé Motta é a homenageada da 2ª Expo Internacional da Consciência Negra e cantou na abertura do evento. Pouco antes de entrar no palco, deixou uma mensagem sobre o sentido da Consciência Negra. “Sem dúvida nenhuma a gente já está colhendo os frutos da nossa luta de anos. Que é de conquistar mais espaço para os negros, na mídia, enfim, em todos os segmentos” conclui.