Evasão nas escolas confirma impacto da pandemia na educação

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O primeiro ano de pandemia deixou marcas profundas na educação brasileira, e esses impactos começam a ganhar forma com a divulgação de algumas pesquisas sobre evasão escolar, déficit de aprendizado e trabalho infantil em 2020. Em janeiro deste ano, o Datafolha apontou que cerca de 4 milhões de estudantes abandonaram os estudos em consequência da pandemia. Como previam especialistas, essa evasão foi maior entre os mais pobres. 

Enquanto na classe A a taxa de abandono foi de 6,9%, nas classes D e E chegou a 10,6%. Os alunos mais vulneráveis foram os que tiveram maiores dificuldades para adaptar-se ao ensino remoto, já que falta infraestrutura adequada na maioria dos lares brasileiros. Além disso, muitos deles começaram a trabalhar durante a pandemia — o que desencadeou um aumento do trabalho infantil, segundo um estudo do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

Neste episódio do E Tem Mais, Monalisa Perrone fala sobre a consolidação do que previam os especialistas em educação: o ano de pandemia tirou milhares de estudantes das escolas. Para entender como se deu essa evasão e os reflexos dela a longo prazo, Monalisa fala com a educadora e socióloga  Ednéia Gonçalvez, coordenadora executiva da ONG Ação Educativa. Também participa do episódio Andressa Pellanda, coordenadora-geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, que aponta quais medidas faltaram em 2020 e como a vacinação dos professores pode impactar neste ano letivo.

Conheça os podcasts da CNN Brasil:

CNN Mundo

5 Fatos

Abertura de Mercado

Horário de Brasília

Na Palma da Mari

O Que Eu Faço?

Entre Vozes

Todo o conteúdo da grade digital da CNN Brasil é gratuito.

Podcast E Tem Mais, com Monalisa Perrone
Podcast E Tem Mais é publicado de segunda a sexta, sempre no início da manhã
Foto: CNN Brasil

Mais Recentes da CNN