Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Explosão em caldeira de metalúrgica deixa ao menos três mortos em Cabreúva (SP)

    Prefeito da cidade no interior de São Paulo informou que mais de 30 pessoas ficaram feridas e estão hospitalizadas

    Léo Lopesda CNNFelipe SouzaAna Coelhoda CNN*

    em São Paulo

    Uma explosão em uma metalúrgica de Cabreúva, no interior de São Paulo, deixou ao menos três mortos, nesta sexta-feira (1º), segundo a prefeitura da cidade.

    Inicialmente, a prefeitura informou que cinco pessoas haviam morrido. Neste domingo (03), a prefeitura de Cabreúva informou que três pessoas morreram na explosão da metalúrgica Tex Metal. O número foi corrigido após uma recontagem nos hospitais que receberam as vítimas do acidente.

    Segundo o prefeito Antonio Carlos Mangini, o número de feridos ultrapassa 30 pessoas. A CNN confirmou ao menos 35 feridos em diferentes unidades de saúde.

    Veja abaixo o momento exato da explosão. 

    Crédito do vídeo: Portal da Cidade de Cabreúva

    De acordo com o Secretário Municipal de Saúde, Maurício Pavani, 16 pacientes foram encaminhados para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Antonio Baradel e 14 feridos foram levados à Santa Casa de Cabreúva.

    A Secretaria Municipal de Saúde de Campinas também informou à CNN, em nota, que cinco vítimas do acidente foram para a região: duas no Hospital de Clínicas da Unicamp, duas no Hospital de Caridade São Vicente de Paula e um no Hospital Estadual de Sumaré.

    Suspeita de vazamento

    À CNN, o delegado Ruiter Martins da Silva afirmou que um possível vazamento de gás pode ter causado a explosão na área da caldeira, mas somente a perícia irá determinar o que, de fato, aconteceu.

    Procurados pela CNN, a empresa Tex Metais e os sócios não se pronunciaram até a publicação desta matéria.

    A explosão

    Às 10h42 desta sexta-feira (1º), houve uma forte explosão na metalúrgica Tex Metais.

    A explosão destruiu completamente o setor de caldeiras da metalúrgica. Vários funcionários estavam no turno de trabalho e ficaram feridos.

    Os primeiros atendimentos foram prestados por unidades do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil. Os mortos e feridos ainda não foram identificados.

    A Polícia Civil de Cabreúva vai investigar as causas do acidente e apenas o trabalho dos peritos poderá determinar o que motivou a explosão.

    O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), se pronunciou pelo X, o antigo Twitter: “Meus sentimentos às famílias e minha solidariedade à cidade de Cabreúva.”

     

    Com supervisão de Marcos Rosendo