Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Fechar escolas não pode ser debate generalizado, nem tabu, diz secretário do ES

    À CNN, secretário de Educação do Espírito Santo e presidente do Consed, Vitor de Ângelo defendeu serenidade em decisões sobre abertura ou não de escolas

    Produzido por Elis Franco, da CNN em São Paulo

    Presidente do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e secretário da pasta no Espírito Santo, Vitor de Ângelo afirmou, em entrevista à CNN nesta quarta-feira (3), que é necessário serenidade para não responsabilizar o retorno das aulas presenciais pelo crescimento dos índices da pandemia em todo o país.

    “Precisamos ter muita serenidade para evitar generalizações, sem também tomar fechamento de escolas como um tabu”, disse Ângelo. 

    Hoje, por exemplo, apesar de endurecer as restrições para conter o avanço da Covid-19, o governo de São Paulo manteve as escolas abertas em todo o estado.

    “Essa relação de causa e efeito, de escolas abertas e piora da pandemia, pode gerar falsa impressão de que a culpa é da escola, portanto basta fechá-la novamente e a pandemia vai diminuir de patamar. Faltam dados para mostrar isso”, completou.

    O secretário defendeu que cada região, seja estado ou município, avalie o assunto conforme sua realidade frente ao combate à Covid-19. “É possível que regionalmente, em alguns lugares, esses dados existam e justifiquem o fechamento de escolas; é possível que em outro lugares não”, disse.

    (Publicado por Daniel Fernandes)