Filho de Bolsonaro, Jair Renan deve prestar depoimento à PF nesta quinta-feira

A suspeita é que o empreendedor teria atuado para beneficiar um grupo empresarial; advogado de filho do presidente não se manifestou

Jair Renan, filho mais novo do presidente Jair Bolsonaro, em cerimôna no Palácio do Planalto
Jair Renan, filho mais novo do presidente Jair Bolsonaro, em cerimôna no Palácio do Planalto Foto: Reuters/Ueslei Marcelino

Vianey BentesTeo Curyda CNN

Em Brasília

Ouvir notícia

Jair Renan Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro (PL), deve ser ouvido nesta quinta-feira (7) pela Polícia Federal no âmbito de uma investigação que apura supostos crimes de tráfico de influência e lavagem de dinheiro. As informações são de fontes da Polícia Federal.

A CNN procurou o advogado de Jair Renan, Frederick Wassef, mas ele não respondeu à reportagem. O Palácio do Planalto também não se manifestou.

O depoimento está previsto para ocorrer na Superintendência Regional da PF no Distrito Federal. O inquérito foi aberto em março de 2021. Jair Renan deixou de comparecer ao depoimento que a PF havia agendado em dezembro do ano passado alegando problemas de saúde.

De acordo com as investigações, a PF busca saber se ele, enquanto empreendedor, teria atuado para beneficiar um grupo empresarial, através de reuniões junto ao Ministério do Desenvolvimento Regional, para construção de casas populares.

Em troca, Jair Renan teria recebido um carro elétrico no valor de R$ 90 mil, que foi dado ao seu amigo, o personal trainer Allan Lucena, e devolvido após o início das investigações.

Mais Recentes da CNN