Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Força Nacional chega ao RN para reforçar segurança após ataques; mais de 20 são presos

    Ataques a tiros, além de incêndios em veículos, comércios e prédios públicos, foram registrados no estado durante a madrugada de terça(14)

    Imagem da recepção da Força Nacional pela Governadora Fátima Bezerra em Natal
    Imagem da recepção da Força Nacional pela Governadora Fátima Bezerra em Natal Divulgação

    Bárbara BrambilaCarolina Figueiredoda CNN

    em São Paulo

    Agentes da Força Nacional chegaram ao Rio Grande do Norte na madrugada desta quarta-feira (15) para dar apoio no combate aos criminosos.

    A governadora Fátima Bezerra (PT), que estava em agenda em Brasília, desembarcou junto com a tropa no avião da Força Aérea Brasileira (FAB).

    O ministro da Justiça, Flávio Dino (PSB), publicou no Twitter que conversou com a governadora por telefone durante a madrugada.


    “Primeira parte da equipe da Força Nacional já está em Natal. Outra parte chegará ainda nesta madrugada. E outra amanhã e depois. Destinamos 220 policiais para auxiliar as forças estaduais. E podemos ampliar até quantitativo que se configurar necessário”, acrescentou Dino.

    A aeronave pousou com 30 policiais militares a bordo. Um segundo avião, com mais 70 agentes, chegou pouco tempo depois. O grupo é parte de um total de mais 200 agentes de segurança que virão ao RN.

    Cerca de 100 agentes chegam na capital, Natal, pela manhã em 30 viaturas, que também irão atuar no estado.

    Eles irão reforçar os serviços na Penitenciária Federal em Mossoró, totalizando mais de 200 agentes de segurança.

    Até o momento, 28 pessoas suspeitas de envolvimento nas ações criminosas foram presas pela Polícia Militar.

    Seis armas de fogo e um simulacro de arma foram apreendidos, bem como 30 artefatos explosivos, oito galões de gasolina, cinco motos, dois carros, além de dinheiro, drogas e munições.

    A tropa foi disponibilizada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) após pedido oficial feito pela governadora em reunião realizada na terça (14).

    Uma série de ocorrências – como ataques a tiros, além de incêndios em veículos, comércios e prédios públicos – foi registrada em cidades do Rio Grande do Norte durante a madrugada de terça-feira (14).