Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Formação de cidadania é foco de projeto para a educação da Unesco

    À CNN Rádio, a diretora presidente do Instituto Nelson Willians avalia que a formação de cidadania e consciência crítica deveria ser prioridade no ensino do país

    Projeto será realizado em três eixos
    Projeto será realizado em três eixos Cleiton Borges/Secom/PMU

    Bruna SalesJoyce Murasakida CNN

    em São Paulo

    Formação de jovens para a Cidadania Global é o foco de um projeto desenvolvido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em parceria com o Instituto Nelson Willians.

    Em entrevista à CNN Rádio, a diretora presidente do Instituto Nelson Willians, Anne Willians, acredita que o ensino “deve levar em consideração a compreensão e o raciocínio crítico”.

    “As habilidades emocionais dos estudantes devem ser estimuladas, para que eles trabalhem sentimento de pertencimento, senso de responsabilidade. Todas importantes para a formação de cidadania”, avalia Willians.

    Intitulado “Educação para a Cidadania Global para o Estado de Direito: apoiando uma cultura de legalidade e respeito aos direitos humanos”, o projeto se concentrará em três eixos principais: cultura da legalidade, papel da educação na promoção do Estado de Direito, e redução das desigualdades de gênero.

    Para a diretora presidente do Instituto, agir no eixo de educação em direito não é uma prioridade no sistema de ensino brasileiro, mas deveria ser. “Existe uma falta de compreensão do que é um Estado democrático e quais os benefícios da democracia para a população, por exemplo”, diz.

    De acordo com Anne Willians, “com a formação de cidadania, a gente teria uma sociedade mais madura para se relacionar com o sistema de poder. A sociedade torna-se mais consciente, mais justa, menos violenta”.