Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Frente fria atinge Sudeste com chuva e baixas temperaturas, diz meteorologista

    À CNN Rádio, Maria Clara Sassaki afirmou que os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e sul de Minas Gerais têm faixa de nebulosidade, chuvas e queda acentuada nas temperaturas

    Pedestres agasalhados enfrentam clima frio no centro da cidade de Porto Alegre (RS), nesta manhã de quinta-feira, 18. Áreas de instabilidade estão se formando com frequência entre o Brasil e o Paraguai e uma grande frente fria vai cruzar o país a partir desta quinta-feira, 18.
    Pedestres agasalhados enfrentam clima frio no centro da cidade de Porto Alegre (RS), nesta manhã de quinta-feira, 18. Áreas de instabilidade estão se formando com frequência entre o Brasil e o Paraguai e uma grande frente fria vai cruzar o país a partir desta quinta-feira, 18. EVANDRO LEAL/ ESTADÃO CONTEÚDO

    Bel CamposBruna Salesda CNN

    em São Paulo

    A frente fria “está atravessada pelo Sudeste do Brasil”, de acordo com a meteorologista da Climatempo, Maria Clara Sassaki. Em entrevista à CNN Rádio, ela afirmou que a frente fria saiu do Sul, chegou até a região Sudeste e agora atravessa o Brasil, criando uma “faixa de nebulosidade desde o estado de São Paulo até Rondônia”.

    Atrás dessa faixa, segundo a meteorologista, há uma “massa de ar polar, responsável pelo frio e pela queda acentuada nas temperaturas”.

    Nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e sul de Minas Gerais, esta sexta-feira (19) será bastante chuvosa, de acordo com Maria Clara Sassaki. “A partir de sábado (20), a nebulosidade começa a se dissipar, e as temperaturas baixas ficam até pelo menos o início da semana que vem.”

    Na capital fluminense, tem chance de chuva de moderada a forte intensidade em alguns pontos, o que coloca “áreas mais vulneráveis com risco de deslizamento em alerta”, segundo ela.

    Região Sul

    De acordo com a meteorologista da Climatempo, para o fim de semana, nos três estados da região há chance de ocorrência de geada.

    “Já tivemos hoje de manhã relatos no Paraná sobre a ocorrência de geada, e as temperaturas mais baixas persistem no sábado e no domingo. A partir do domingo, no Rio Grande do Sul, volta a chover e a temperatura sobe um pouco”, afirmou Sassaki.

    Região Norte

    “A massa de ar polar tem uma amplitude tão grande que ela consegue atingir estados da região Norte do Brasil”, disse a meteorologista. Por isso, haverá friagem em Rondônia e também no Acre. A temperatura deve cair também nestes dois estados ao longo do fim de semana.

    “É um sistema passageiro, e não fica a semana inteira no Centro-Sul. A partir de segunda-feira, já começa a dissipar e a temperatura volta a subir gradativamente.”

    Região Nordeste

    No Nordeste, a principal região de alerta é a região costeira, segundo Maria Clara Sassaki, do sul da Bahia até o estado do Rio Grande do Norte.

    Ela afirmou que a região já está em época de chuva, e que “sempre que há uma frente fria com grande intensidade subindo do sul ao interior do Brasil, ela acaba mexendo com a atmosfera no oceano, e a chuva ganha intensidade na costa do Nordeste.” A chuva deve persistir no sábado e no domingo na região.

    Já no interior da região, a condição é de tempo seco e baixa umidade relativa do ar.

    Distrito Federal

    Ainda há pouca chance de chuva no Distrito Federal, de acordo com Maria Clara Sassaki, embora a nebulosidade deva subir.

    “A variação térmica não deve atingir a população de lá. Caso aconteça, serão pancadas isoladas de curta duração, e a temperatura cai muito pouco”, avaliou.