Governo da Bahia decreta situação de emergência em mais 47 cidades por enchentes

Sobe para 72 o número de municípios baianos afetados pela situação, com 16.001 desabrigados, 19.580 desalojados, 286 feridos e dois desaparecidos até o momento

Douglas Portoda CNN*

em São Paulo

Ouvir notícia

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), assinou, neste domingo (26), um decreto que coloca mais 47 cidades em situação de emergência em decorrência das fortes chuvas que atingem o estado. Com a nova atualização, são 72 municípios baianos afetados pela situação.

Passam a fazer parte da situação de emergência os municípios de: Anagé, Angical, Arataca, Aurelino Leal, Barra do Choça, Belo Campo, Brejolândia, Caatiba, Caetanos, Camacan, Canavieiras, Coaraci, Cotegipe, Dário Meira, Firmino Alves, Floresta Azul, Gandu, Governador Mangabeira, Ibicaraí, Ibipeba, Igrapiúna, Iguaí, Ipiaú, Itabuna, Itaju do Colônia, Itapé, Itapetinga, Itapitanga, Itaquara, Itororó, Jequié, Jussiape, Lafaiete Coutinho, Manoel Vitorino, Marcionílio Souza, Milagres, Pau Brasil, Poções, Santanópolis, Santa Inês, Sapeaçu, Ubaíra, Ubatã, Uruçuca, Valença, Vitória da Conquista e Wanderley.

Outras 25 cidades já estavam em emergência: Alcobaça, Belmonte, Caravelas, Eunápolis, Encruzilhada, Guaratinga, Ibicuí, Ibirapuã, Ilhéus, Itabela, Itagimirim, Itamaraju, Itanhém, Itapebi, Jucuruçu, Lajedão, Macarani, Medeiros Neto, Mucuri, Nova Viçosa, Porto Seguro, Prado, Santa Cruz Cabrália, Teixeira de Freitas e Vereda.

A medida vale por 90 dias a partir de sua publicação. Com a situação emergencial, todos os órgãos estaduais ficam autorizados para auxiliar as ações de resposta ao desastre, reabilitação do cenário e reconstrução das cidades.

O Corpo de Bombeiros Militar da Bahia confirmou, até o momento, 18 mortes causadas pelos efeitos das chuvas. De acordo com a Defesa Civil, já são 16.001 desabrigados, 19.580 desalojados, 286 feridos e dois desaparecidos. Cerca de 430.869 mil pessoas foram atingidas pelas tempestades e alagamentos.

As cidades de Ilheus, Itapetinga, Vitória da Conquista, Ipiaú e Santa Inês contam com postos avançados para auxílio no trabalho das equipes de bombeiros.

(*Com informações de Giulia Alecrim, Tiago Tortella e Beatriz Araújo, da CNN)

Mais Recentes da CNN