Governo de SP diz que pode endurecer restrições para conter Covid-19 no estado

Taxas de ocupação dos leitos de UTI está em 57,2% na Grande São Paulo e 50% no estado

da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta quinta-feira (26) que há a possibilidade de retomar restrições mais rígidas por conta do aumento no número de casos de Covid-19 no estado

“Se tivermos, em São Paulo, que regredir para garantir a vida e a saúde das pessoas, nós o faremos”, afirmou em entrevista à agência Bloomberg.

O governador falou ainda que isso “infelizmente está acontecendo em todo o Brasil”, referindo-se ao aumento no número de casos da doença. 

Assista e leia também:

Quando as vacinas contra a Covid-19 estarão disponíveis para os brasileiros?

16 milhões de pacientes de Covid-19 têm dados expostos; Saúde investiga

Covid-19 mata 691 pessoas em 24 h no Brasil; 37 mil novos casos são confirmados

Bolsonaro: Quando for certificada pela Anvisa, compraremos a vacina

25 de Março
Movimentação de consumidores na região da Rua 25 de março, área de comércio popular no centro de São Paulo, neste sábado (31.out.2020), data em que é comemorado o Dia das Bruxas
Foto: CRIS FAGA/ESTADÃO CONTEÚDO

Hoje, seis das 17 regiões do estado estão na fase verde do Plano SP, que orienta a flexibilização da quarentena provocada pelo novo coronavírus no estado, incluindo a capital. 

Com o aumento das restrições, as regiões voltariam para a fase amarela – serviços e comércios funcionariam, mas com horário reduzido e capacidade menor de público.

Os dados divulgados hoje pelo governo do estado mostram queda no número de casos e mortes em relação à semana passada: foram 11% a menos de casos e 15% a menos de mortes.

Houve, porém, um aumento de 1% em internações, mas o Centro de Contingência considera estável.

As taxas de ocupação dos leitos de UTI está em 57,2% na Grande São Paulo e 50% no estado.

(Publicado por Sinara Peixoto)

Mais Recentes da CNN