Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Greve no Metrô e na CPTM: São Paulo chega a 600 km de lentidão no trânsito

    Rodízio de veículo está suspenso na capital paulista; paralisação afeta 4 linhas do Metrô e 5 da CPTM

    Trânsito intenso na Marginal Tietê, na altura da Ponte do Limão, na zona norte da cidade de São Paulo
    Trânsito intenso na Marginal Tietê, na altura da Ponte do Limão, na zona norte da cidade de São Paulo BRUNO ESCOLASTICO/ATO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

    Flávio IsmerimCarolina Figueiredoda CNN São Paulo

    A cidade de São Paulo atingiu 598 km de lentidão no trânsito às 8h desta terça-feira (3), segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CFT) da Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito da capital paulista.

    Segundo a CET, o número está bastante acima da média para a manhã e não era registrado neste horário desde o dia 12 de setembro.

    Os sindicatos dos Metroviários e dos Ferroviários estão em greve unificada desde a 0h desta terça-feira (3). Por causa da paralisação, o rodízio de veículos foi suspenso pela Prefeitura de São Paulo, que ainda determinou toda a frota de ônibus esteja rodando durante todo o dia, e ampliou o itinerário ou reforçou as frotas de algumas linhas municipais de ônibus.

    Conforme disse Pedro Moro, presidente da CPTM, durante coletiva de imprensa convocada nesta terça-feira pelo governador Tarcísio de Freitas (Republicanos), as linhas de trem que não funcionam ou funcionam parcialmente nesta terça não devem voltar a funcionar por falta de pessoal.

    “Não há nenhuma perspectiva de outras linhas voltarem a funcionar por falta de contingente para isso”, declarou.

    Já o presidente do Metrô, Julio Castiglioni, afirmou que as 4 linhas paralisadas não devem voltar a funcionar normalmente, pelo menos, até 14h desta terça.

    “As linhas 1, 2, 3 e 15 estão sem previsão de funcionamento até as 14h. Também não há um bom prognóstico após este período.”

    Veja, a seguir, quais linhas estão em funcionamento e quais estão paralisadas.

    Linhas em funcionamento:

    • Linha 4–Amarela (metrô/ViaQuatro): de Vila Sônia até Luz
    • Linha 5–Lilás (metrô/ViaMobilidade): de Capão Redondo até Chácara Klabin
    • Linha 8–Diamante (trem/ViaMobilidade): de Itapevi até Júlio Prestes
    • Linha 7–Rubi (CPTM): de Luz até Caieiras (Operação Parcial)
    • Linha 9–Esmeralda (trem/ViaMobilidade): de Osasco até Bruno Covas/Mendes–Vila Natal
    • Linha 11–Coral (CPTM): de Luz até Guaianases (Operação Parcial)

    Linhas paralisadas:

    • Linha 1–Azul (Metrô)
    • Linha 2–Verde (Metrô)
    • Linha 3–Vermelha (Metrô)
    • Linha 15–Prata (Metrô)
    • Linha 10–Turquesa (CPTM)
    • Linha 12–Safira (CPTM)
    • Linha 13–Jade (CPTM)

    Veja também: Decisão da Justiça que proíbe greve no Metrô de São Paulo chama movimento de “político”