Grupo fortemente armado faz ‘arrastão’ em aeroporto e rouba avião de Almir Sater

Segundo a polícia, o grupo formado por cerca de 15 homens, que fizeram três funcionários de reféns por volta das 02h00

Aline Macedoda CNN*

São Paulo

Ouvir notícia

Um grupo fortemente armado roubou três aeronaves do aeroclube de Aquidauana, em Mato Grosso do Sul, na madrugada nesta segunda-feira (6). Uma delas pertence ao cantor Almir Sater, segundo a polícia.

Segundo o delegado Jackson Frederico Vale, da Primeira Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana, a cerca de 100  km de Campo Grande, disse que o grupo era formado por cerca de 15 homens, que fizeram três funcionários de reféns, por volta das 2h00.

Uma das vítimas foi obrigada pelos criminosos a abastecer as aeronaves para a fuga.

De acordo com relato das vítimas, parte dos suspeitos falavam espanhol. Segundo o delegado, acredita-se que sejam bolivianos ou paraguaios, mas também havia brasileiros no grupo.

O caso está sendo investigado como roubo majorado por restrição da liberdade das vítimas, pelo número elevado de participantes e pela posse de armas de fogo, diz o delegado Jackson Vale.

Em nota, a Força Aérea Brasileira (FAB) informa que o Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE) situado em Brasília (DF) foi notificado para monitorar o tráfego de aeronaves suspeitas, além de vigilância intensiva do controle de tráfego aéreo aos Centros de Operações Militares (COpM) da Aeronáutica.

A aeronave de Almir Sater é do tipo Sky Lane, matrícula PTDST. As demais, bonanza v35b, matrícula PTING, e Sky Lane, matrícula PTKDI.

/ Polícia Civil do Mato Grosso do Sul

(*Publicado por Ligia Tuon)

 

Mais Recentes da CNN