Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Homem que matou crianças com machado em creche de Blumenau se entrega à polícia

    Segundo os bombeiros, três meninos e uma menina, de 5 a 7 anos de idade, morreram no ataque

    Da CNN

    São Paulo

    O homem que matou quatro crianças com um machado em uma creche na cidade de Blumenau, em Santa Catarina, se entregou à polícia nesta quarta-feira (5).

    O criminoso chegou para se entregar à polícia em uma motocicleta, no 10º Batalhão de Polícia Militar de Blumenau.

    Segundo os bombeiros, três meninos e uma menina, de 5 a 7 anos de idade, morreram no ataque.

    A ocorrência aconteceu na rua dos Caçadores, no bairro Velha, no Centro de Educação Infantil (CEI) Cantinho do Bom Pastor.

    De acordo com o governo de Santa Catarina, outras cinco crianças ficaram feridas e foram levadas para hospitais da região.

    O Hospital Santo Antônio, de Blumenau, confirmou à CNN que quatro crianças feridas deram entrada no hospital: duas meninas de 5 anos e dois meninos, de 5 e 3 anos.

    “Elas foram atendidas pela equipe de urgência e Emergência e as famílias estão recebendo apoio da equipe multiprofissional da instituição”, informou o hospital.

    A quinta criança foi enviada para o Hospital Santa Isabel. O hospital informou à CNN que a vítima é uma menina de 5 anos, que recebeu sutura em ferimento no ombro e atendimento psicológico.

    Agressor de 25 anos

    Em nota oficial, a Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) relatou: “Na manhã desta quarta-feira (5), um homem de 25 anos adentrou em um estabelecimento educacional localizado no bairro Velha e atentou contra a vida de infantes do local.”

    Ainda de acordo com a PM, o agressor saiu caminhando do local e se entregou na guarda do 10º BPM, onde foi preso e encaminhado à Polícia Civil.

    O governador catarinense Jorginho Mello declarou à analista da CNN Basília Rodrigues que o homem estava em surto psicótico e utilizou uma arma branca.

    “É com enorme tristeza que recebo a lamentável notícia de que a creche particular Cantinho do Bom Pastor, em Blumenau, foi invadida por um assassino que atacou crianças e funcionários. Infelizmente quatro não resistiram e morreram”, declarou o governador em nota oficial.

    “Determinei imediatamente a ação das nossas forças de segurança, que já estão no local. Também decretei luto oficial de três dias. O assassino já está preso. Deixo aqui a minha total solidariedade. Que Deus conforte o coração de todas as famílias neste momento de profunda dor”, concluiu.

    O CEI Cantinho do Bom Pastor é uma creche particular, informou a secretaria de Educação de Blumenau. A prefeitura da cidade deve se manifestar em breve. O prefeito Mário Hildebrandt foi para o local.

    A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) de Blumenau informou que o trânsito na rua foi interrompido.

    “Monstruosidade”, diz Lula

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se manifestou sobre o ataque pelo Twitter: “Não há dor maior que a de uma família que perde seus filhos ou netos, ainda mais em um ato de violência contra crianças inocentes e indefesas.”

    “Meus sentimentos e preces para as famílias das vítimas e comunidade de Blumenau diante da monstruosidade ocorrida na creche Bom Pastor”, acrescentou Lula.

    “Para qualquer ser humano que tenha o sentimento cristão, uma tragédia como essa é inaceitável, um comportamento, um ato absurdo de ódio e covardia como esse”, completou.

    (Reportagem por Bruno Laforé, Carolina Figueiredo, Giovanna Bronze, Laura Slobodeicov, Léo Lopes, Lucas Rocha e Stêvão Limana)

    Publicado por: André Rigue