CNN Plural

Homens devem ser parte da solução contra violência a mulheres, diz especialista

À CNN Rádio, Guilherme Valadares afirmou que existe a necessidade de aumentar o repertório dos homens para lidar com o problema

Nadine Shaabana on Unsplash

Amanda Garciada CNNLetícia Vidica

 

O criador do “Papo de Homem”, Guilherme Valadares, acredita que os homens são parte do problema da violência contra mulheres e “precisam ser parte da solução.”

Ele atua para abrir o diálogo em empresas e grupos justamente sobre este tema.

O dia 6 de dezembro marcou o Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres.

“A conversa não pode ser só das mulheres, os homens têm que assumir a responsabilidade, e isso não é fácil, nem trivial”, disse, em entrevista à CNN Rádio, no CNN no Plural.

Em seu trabalho, Guilherme afirma que a primeira fala que costuma ouvir de homens é de negação.

“Sempre ouço ‘eu não faço isso’, mas normalmente não há um autoexame do que fez ou viveu na vida dele”, disse.

O especialista trouxe a reflexão de que nem todos os homens estão familiarizados com os diferentes tipos de violência contra a mulher.

“Há a moral, sexual, psicológica, física, patrimonial, eles têm a ideia de um caso extremo e pensam ‘nunca dei um murro’, mas já deram apertão, jogaram no chão, esmurraram parede…”, disse.

Por esse motivo, ele acredita que um bom primeiro passo é “aumentar repertório desses homens”: “Muitos concordam em acabar com o machismo, mas o ato de oferecer respeito esbarra na falta de conhecimento.”

“Precisa partir do básico: escurar e acreditar nas mulheres, para não ter negação e desqualificação”, completou.

*Com produção de Amanda Alves