Hotéis voltam a receber hóspedes seguindo protocolos e distanciamento

Ao chegar no hotel, a bagagem é desinfectada. Depois o hóspede faz o check-in on-line responde um questionário sobre sua condição de saúde

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Em São Paulo, os hotéis e resorts não foram obrigados a fechar, mas devido à pandemia, a taxa de ocupação do setor despencou em mais de 90%. O turismo foi, sem dúvida, um dos setores mais impactados pela pandemia, e quando falamos em retomada, fica a dúvida:  mas como vai ser? 

O Atibaia Residence Hotel, no interior de São Paulo, reabriu no mês passado e teve que fazer uma série de adaptações. O hóspede já percebe as mudanças logo na entrada. 

Ao chegar no hotel, a bagagem é desinfectada com um produto especial. Depois o hóspede faz o check-in on-line responde um questionário sobre sua condição de saúde. Caso apresente sintomas da Covid-19, ele não poderá se hospedar. Caso não tenho sintomas, recebe um kit com cartões magnéticos, máscaras e álcool em gel, tudo esterilizado.

Leia também

Governo de São Paulo autoriza volta dos jogos de futebol a partir de 22 de julho

Bruno Covas: índices de Covid-19 em São Paulo permitem reabrir outros espaços

Parques de São Paulo devem reabrir com restrições a partir da próxima semana

Nos quartos, o cuidado foi redobrado. A cada troca de hóspede, o cômodo inteiro passa por desinfecção, e fica em quarentena por 72 horas. No restaurante, marcas no chão indicam o distanciamento na hora de comer. O hóspede pode escolher ser servido ou se servir utilizando luvas.

A parte de lazer também foi adaptada. Em todas as áreas comuns do resort o uso de máscara é obrigatório, inclusive do lado de fora da piscina enquanto as brincadeiras e atividades ao ar livre foram priorizadas.

(Edição de: Diego Freire)

Funcionária desinfecta quarto de hotel em Atibaia, interior de São Paulo (08.jul
Funcionária desinfecta quarto de hotel em Atibaia, interior de São Paulo (08.jul.2020)
Foto: CNN Brasil

 

Mais Recentes da CNN