Hotel em Ipanema é interditado após jovem morrer em festa clandestina

Guilherme Lara de Barros Brito, de 21 anos, caiu em uma ribanceira próxima à piscina do estabelecimento no último sábado e não resistiu

Foto: L'Homme de Rio Hotel/Reprodução

Camille Couto e Tamires Vitorio, da CNN, no Rio e em São Paulo

Ouvir notícia

 A Polícia Civil interditou um hotel em Ipanema, no Rio de Janeiro, onde o jovem Guilherme Lara de Barros Brito, de 21 anos, morreu após cair em uma ribanceira, que fica próxima à piscina do estabelecimento, durante uma festa clandestina realizada no último sábado (27). 

O jovem caiu de uma altura de cerca de 15 metros e foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu e morreu no domingo (28). 

Segundo o delegado Felipe Santoro, titular da delegacia de Ipanema, “a perícia foi realizada no local e imagens de câmeras do circuito interno do estabelecimento estão sendo analisadas” e o hotel L’Homme de Rio Boutique foi interditado para “o prosseguimento das investigações”. Ainda segundo ele, as testemunhas serão ouvidas ainda esta semana. 

A investigação também procura apurar a infração da medida sanitária para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus por parte do estabelecimento, que pode ser indiciado pelo artigo 268 do Código Penal. 

Mais Recentes da CNN