Instituto Butantan encontra objetos históricos durante obras em parque

Parte dos artefatos foram encontrados onde ficava a casa de Vital Brazil, médico sanitarista que foi o idealizador e primeiro diretor do instituto

Evelyne LorenzettiRafaela Larada CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O Instituto Butantan divulgou nesta quinta-feira (21) a descoberta de diversos objetos centenários no solo do parque do Butantan, em São Paulo, durante a realização de obras de modernização no local.

O parque do Butantan foi fechado durante a pandemia de Covid-19 para evitar aglomerações e, durante este período, o instituto realizou reformas e obras em diversas áreas e prédios.

Conforme as obras e escavações avançavam objetos históricos como garrafas, bloco de pedra de basalto e uma antiga ampola foram encontrados no solo e revelaram parte da história dos 120 anos do instituto.

Parte dos objetos foram encontrados onde ficava a casa de Vital Brazil, médico sanitarista que foi o idealizador e primeiro diretor do Instituto Butantan.

“Estamos com várias obras e a maior delas é a do Boulevard [espaço de convivência]. Boa parte desses objetos foram encontrados durante essa obra ou nas redondezas, onde também ficava a casa do Vital Brazil”, revela a arquiteta do Butantan, Caroline Tonacci Costa, em um comunicado à imprensa.

“O pessoal da obra avisou a gente sobre essas relíquias e nós nos propusemos a guardar.”

Caroline e a equipe conversaram com o setor cultural do Butantan, que se interessou em manter as peças e exibi-las posteriormente em uma exposição. As obras no local continuarão em 2022 e novos artefatos podem ser descobertos.

O tijolo encontrado é de basalto e tem inscrições de Osasco, município da região metropolitana de São Paulo, mais especificamente da família Lavaud. O primeiro morador de Osasco com esse sobrenome foi o espanhol Dimitri Sensaud de Lavaud, que chegou à cidade em 1898.O basalto é uma rocha vulcânica, que dificilmente quebra e é resistente a produtos químicos agressivos.

Instituto Butantan, em São Paulo (SP)
Instituto Butantan, em São Paulo (SP) / Rovena Rosa/Agência Brasil

Uma garrafa, que parece ser de vinho, foi achada dentro do antigo laboratório de Vital Brazil, que atualmente abriga a biblioteca do instituto. Durante as reformas, a garrafa foi encontrada sob o piso de madeira.

Uma ampola antiga também foi descoberta nos arredores da casa onde morou Vital Brazil e parece ter sido usada pelos primeiros cientistas do instituto, de acordo com Caroline.

Uma garrafa de creolina centenária também foi encontrada no parque. A creolina é um produto químico que foi amplamente usado durante o surto de peste bubônica no Brasil, por volta de 1899, como sistema de controle sanitário.

O Instituto Butantan é responsável pela produção da vacina contra a Covid-19 Coronavac no Brasil, em parceria com o laboratório Sinovac.

Mais Recentes da CNN