Itamaraty afirma trabalhar para brasileiros em países africanos retornarem

Desde a meia-noite de hoje (29), as fronteiras do Brasil estão fechadas para seis países da África

Zeinab Bazzida CNN

Ouvir notícia

Por meio de nota, o Itamaraty afirmou que acompanha atentamente a situação dos brasileiros que estão impossibilitados de viajar por conta do fechamento de fronteiras, e que está prestando toda a assistência consular cabível.

Segundo o Ministério das Relações Exteriores, até o momento aproximadamente 240 brasileiros registraram pedidos de assistência, sendo 230 deles turistas, na Embaixada em Pretória e no Consulado-Geral na Cidade do Cabo, na África do Sul.

A nota também diz que os postos no exterior estão realizando gestões junto às companhias aéreas que atuam na região para permitir que brasileiros possam embarcar, para que haja voos ao Brasil ou que rotas alternativas sejam encontradas.

Fechamento de fronteiras

Desde a meia-noite de hoje (29), as fronteiras do Brasil estão fechadas para seis países africanos, sendo eles África do Sul, Botsuana, Eswatini, Lesoto, Namíbia e Zimbábue.

A medida surge como forma de evitar que a variante Ômicron se dissemine no país. A mutação foi relatada pela primeira vez à OMS pela África do Sul no dia 24 de novembro.

Essa cepa vem preocupando autoridades de todo o mundo pois, segundo a Organização Mundial da Saúde, ela “apresenta um grande número de mutações, algumas das quais preocupantes. A evidência preliminar sugere um risco aumentado de reinfecção com esta variante, em comparação com outras variantes de preocupação”.

Mais Recentes da CNN