Lia Bock: As festas, shows e aglomerações pelo país em meio à pandemia

Ela mencionou o caso do show do rapper Djonga no Rio de Janeiro, muito citado nas redes sociais com imagens de muitas pessoas aglomeradas e sem máscaras

Da CNN

Ouvir notícia

No Manual do Mundo Moderno desta terça-feira (8), na CNN Rádio, Lia Bock comentou sobre as aglomerações recentes em shows, mesmo diante da pandemia da Covid-19. Ela mencionou o caso da apresentação do rapper Djonga no Complexo da Maré, no Rio de Janeiro, muito citado nas redes sociais com imagens de diversas pessoas aglomeradas e sem máscaras.

“Esse show mobilizou muitas pessoas, gente indignada […], mas a gente precisa lembrar que ele foi pego de bode expiatório porque, na verdade, está tudo aberto no Rio de Janeiro”, afirmou ela. “Está permitido estar aberto. Não podemos culpar a população que vai ao show ou simplesmente criticar o rapper. Isso seria muito simplista.”

Assista e leia também:
Lia Bock: As empresas precisam rever a forma como lidam com casos de assédio
Lia Bock: As fake news sobre vacinas e o perigo da desinformação
Lia Bock: Elliot Page e a necessidade do respeito aos transexuais

Cartela Manual do Mundo Moderno (Rádio CNN)
Lia Bock comanda o Manual do Mundo Moderno na Rádio CNN
Foto: CNN Brasil

Lia falou sobre a postura de governantes e do presidente diante do alto número de mortos no Brasil e com relação à vacina contra o novo coronavírus, além da falta de uma orientação clara às pessoas. “A população está abandonada. Estamos falando de uma falta de liderança completa”, disse.

Ela destacou ainda que esse cenário de aglomerações não está sendo observado somente no Rio de Janeiro, mas em várias regiões do Brasil.

Mais Recentes da CNN