Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Manaus tem recorde de internações diárias por Covid-19 desde início da pandemia

    Nessa quinta-feira (31), 124 pessoas foram hospitalizadas, um recorde para a cidade; nos últimos quatro dias, foram 451 internações

    Pacientes com Covid-19 recebem atendimento em hospital de Manaus
    Pacientes com Covid-19 recebem atendimento em hospital de Manaus Foto: Reprodução - 01.out.2020 / CNN

    Jéssica Otoboni,

    da CNN, em São Paulo

    Os números de internações diárias por Covid-19 nos hospitais de Manaus (AM) são os maiores registrados desde o início da pandemia. Nessa quinta-feira (31), 124 pessoas foram hospitalizadas, um recorde para a cidade. Nos últimos quatro dias, foram 451 internações, segundo a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM).

    Com a rede privada no limite, o estado utiliza a capacidade da rede pública, separando pacientes com o novo coronavírus dos que não têm a doença para tentar evitar a proliferação do vírus nos hospitais.

    Assista e leia também:
    Anvisa aprova importação de 2 milhões de doses de vacinas da Fiocruz
    Ford Bronco e sedan do Homem de Ferro: carros que devem chegar ao Brasil em 2021
    Com salto de 31%, fortuna dos mais ricos tem avanço histórico em ano de pandemia

    A SES informou que, no fim de outubro, quando o Plano de Contingência foi iniciado, “a rede estadual de saúde tinha disponíveis, para pacientes de Covid-19, 130 leitos de UTI [unidade de terapia intensiva] e 327 leitos clínicos”. Nesta semana, esses números subiram para 260 e 778, respectivamente.

    Mobilização

    Diante desse cenário, a rede estadual de saúde de Manaus vem reorganizando a estrutura de atendimento. A SES mobilizou todas as unidades, incluindo hospitais de fundações e maternidades, para receber pacientes com Covid-19.

    Em dois meses, houve um aumento de 125% na oferta de leitos exclusivos para a doença na rede estadual de saúde – de 457 para 1.038 leitos.

    A Fundação Centro de Controle de Oncologia do Amazonas (FCecon) abriu 23 leitos para pacientes com câncer diagnosticados com o novo coronavírus, 10 deles são de UTI. A Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD) também inaugurou 23 leitos, sendo 20 de UTI, para pacientes com Covid-19.

    No Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Platão Araújo, cujos leitos já são quase todos destinados a pessoas infectadas com o novo coronavírus, uma nova UTI está sendo preparada para abrir no segundo andar, no espaço do almoxarifado. O Instituto da Mulher Dona Lindu também anunciou a abertura de 46 leitos clínicos e 13 de UTI.

    “Estamos fazendo um esforço de reorganização da rede e implantação de leitos de combate ao coronavírus em todas as unidades. É um esforço do governo do estado, da Secretaria de Estado de Saúde e de todas as unidades de saúde para o combate ao coronavírus”, disse o secretário estadual de Saúde, Marcellus Campêlo, nesse sábado (2).

    “Nós estamos fazendo a nossa parte. Mas é necessário que a população colabore fazendo a sua para evitar aglomeração, usar máscara e seguir todos os protocolos preconizados pelas autoridades sanitárias”, destacou ele.

    (Com informações de Julyanne Jucá, da CNN, em São Paulo)