Marinho diz que governo liberou quase R$ 9 mi a cidades após chuvas na Bahia

Tragédia no estado deixou ao menos 10 pessoas mortas, 267 feridas e milhares de desabrigados

Anna Gabriela Costada CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, afirmou em entrevista à CNN, nesta segunda-feira (13), que o governo federal já destinou R$ 8,7 milhões para auxiliar as cidades atingidas pelas chuvas na Bahia. Dados da Superintendência de Proteção e Defesa Civil do estado apontam que 10 pessoas morreram e 267 ficaram feridas na tragédia.

“Nós já liberamos recursos no valor de quase R$ 9 milhões de reais; R$ 8,7 milhões de reais para as cidades que apresentaram seus planos de trabalho em menos de 24 horas. A apresentação do plano é obrigação constitucional e nos é cobrada pelos órgãos de controle, mas nós estamos eliminando toda a burocracia”, afirmou o ministro.

Neste domingo (12), o presidente Jair Bolsonaro sobrevoou as regiões afetadas pela chuva na Bahia. O objetivo do governo federal era avaliar os estragos causados pelos temporais com a intenção de traçar um plano de apoio para a reconstrução destas cidades.

À CNN, Rogério Marinho afirmou que os trabalhos não devem ser avaliados como “disputas políticas”, referindo-se ao governo da Bahia.

“Isso não é uma disputa politica, temos pessoas que vitimadas por uma tragédia, o presidente esteve na região e foi recebido com muito carinho pela população, e isso parece que incomodou, porque o governador da Bahia esteve na mesma data, em uma cidade próxima e foi apupado pela população. Certamente a percepção das pessoas que estão lá, é de que o governo federal está ajudando”, disse Marinho.

Chuvas na Bahia

De acordo com a última atualização da Superintendência de Proteção e Defesa Civil do Estado da Bahia, 10 pessoas morreram e 267 ficaram feridas após as fortes chuvas que atingem o sul do estado desde a semana passada.

Ainda segundo a Superintendência, 220.297 pessoas foram afetadas pelas tempestades. Entre elas, 15.199 ficaram desalojadas e 6.371 desabrigadas.

Pelo menos 51 cidades baianas estão em situação de emergência.

Mais Recentes da CNN