Ministro do Turismo admite rever normas para viagens de cruzeiros no país

'Está tudo sendo feito dentro dos protocolos, mas ninguém estava contando com a Ômicron', afirmou Gilson Machado

MSC Preziosa
MSC Preziosa R. Murgia/MSC Cruzeiros

Basília RodriguesGustavo Uribeda CNN

Brasília

Ouvir notícia

O ministro do Turismo, Gilson Machado, afirmou à CNN que a Ômicron mudou o cenário para a continuidade da temporada de cruzeiros no país e que o governo está reavaliando as regras para embarque. Nesta manhã, o ministro se reuniu com representantes dos ministérios que assinam a portaria com as normas em vigor até aqui. A portaria foi editada em 8 de dezembro pelas pastas de Saúde, Justiça, Infraestrutura e Casa Civil.

“Está tudo sendo feito dentro dos protocolos, mas ninguém estava contando com a Ômicron. Estamos reavaliando a portaria, quando ela foi editada não existia a Ômicron. E hoje já é sabido que a maior parte dessas pessoas podem estar com a doença, mas muitos são assintomáticos”, afirmou Machado.

O setor aguardava uma retomada em 2022, mas embarcações têm registrado casos de Covid-19. Um navio da MSC está atracado no Porto de Santos, após passageiros terem testado positivo para coronavírus.

O ministro Gilson Machado, que estava em Maceió, viaja nesta tarde para o Recife, onde haverá novas reuniões. O ministro irá discutir o problema com autoridades dos municípios que são diretamente impactados pela atividade de cruzeiros, como Maceió e Salvador.

Mais Recentes da CNN