Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ministros vão ao Rio Grande do Sul para visitar áreas afetadas pela estiagem

    Entre as medidas que devem ser anunciadas está a liberação de crédito emergencial para produtores rurais da região, com juros subsidiados e prazo alongado para pagamento

    Julliana LopesLeonardo Ribbeiroda CNN

    Em Brasília

    Representantes do governo federal vão visitar, na próxima quinta-feira (23), propriedades rurais no município de Hulha Negra, no Rio Grande do Sul. Pelo terceiro ano consecutivo, a região próxima da divisa com o Uruguai tem sofrido as consequências da estiagem.

    Integram a comitiva os ministros do Desenvolvimento Agrário, Paulo Teixeira; o da Agricultura, Carlos Fávaro; o do Desenvolvimento Social, Wellington Dias; o do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes; e o da Secretaria de Comunicação Social, Paulo Pimenta. O futuro presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Edegar Pretto, também acompanhará o grupo.

    Pelos cálculos da prefeitura de Hulha Negra, os prejuízos no município podem chegar a R$ 40 milhões e envolvem 1,2 mil propriedades rurais.

    Em todo o Rio Grande do Sul, 312 municípios decretaram estado de emergência até o momento por conta de perdas em lavouras de soja, milho e sorgo, além da diminuição na produção de leite.

    Durante a visita ao local, os ministros de Lula devem anunciar medidas para ajudar esses produtores ruais. A CNN apurou que uma das alternativas em debate é a criação de linha emergencial de crédito para pequenos e médios produtores, com juros subsidiados e prazo alongado para pagamento.