Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Morre filho de Ronaldo Caiado, aos 40 anos

    A informação foi confirmada pela assessoria do governador de Goiás neste domingo

    Marina Demorida CNN

    Ouvir notícia

    Morreu neste domingo (3) Ronaldo Ramos Caiado Filho, filho do governador de Goiás, Ronaldo Caiado. A informação foi confirmada em nota por sua assessoria.

    Ronaldo Caiado Filho tinha 40 anos. A causa da morte não foi divulgada.

    “É com profundo pesar que comunicamos o falecimento de Ronaldo Ramos Caiado Filho, filho do governador Ronaldo Caiado e de Thelma Gomes. Ele morreu neste domingo (03/07), aos 40 anos. A família enlutada pede a todos orações para enfrentar este momento de imensa dor.”

    Adversários do governador se solidarizaram com o ocorrido. O presidente Jair Bolsonaro (PL) se manifestou pelo Twitter. “Minha solidariedade à família e ao Gov. Caiado pelo passamento de seu filho, Ronaldo Caiado Filho. Não há dor maior para um pai ou uma mãe do que perder um filho. Peço a Deus que, em sua infinita bondade, cuide da alma daquele que parte e conforte o coração de quem permanece”, escreveu o presidente.

    O Palácio do Planalto emitiu uma nota de pesar. “O Governo Federal, por meio da Presidência da República, presta suas condolências ao Governador de Goiás e a toda a sua família pelo falecimento de seu ente querido, Ronaldo Caiado Filho.”

    Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, postou no Twitter seu desejo de força aos familiares e amigos. “Meus sentimentos ao amigos, governador Ronaldo Caiado, do estado de Goiás, pela perda de seu filho, Ronaldo Caiado Filho. Desejo a ele, familiares e amigos muita força neste momento de tristeza.”

    Assim como o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, que também usou a rede social para prestar sua solidariedade ao governador de Goiás: “Recebi com profundo pesar a notícia do falecimento do filho do governador @ronaldocaiado. Que Deus conforte os familiares e amigos neste momento de dor e sofrimento. Sintam-se abraçados em nome da Câmara dos Deputados.”

    O ex-presidente Lula também manifestou sua solidariedade a Caiado e sua esposa Thelma Gomes. “Perder um filho é uma dor que nenhuma família merece passar. Que Deus conforte a família nesse momento difícil”, escreveu em um post no Twitter.

    A senadora Kátia Abreu publicou uma nota de pesar juntamente com o marido Moisés Gomes. “Sei que as palavras dizem pouco nesta hora de dor tão lancinante, mas sei que este pouco tem tanta verdade, tanto amor e tanta amizade que chegará ao seu coração”, diz trecho da nota.

    O Major Vitor Hugo, pré-candidato do PL ao governo de Goiás, também lamentou o ocorrido.

    “Meus mais sinceros e profundos sentimentos pela irreparável perda do governador Ronaldo Caiado e de sua família. Que Deus conforte seus corações”, escreveu major Vítor Hugo no Twitter.

    Gustavo Mendanha, pré-candidato do Patriota, afirmou que a perda de um filho é a pior do mundo.

    “Nenhuma dor no mundo se compara a uma perda como essa. Em sinal de respeito, suspendi minha agenda deste domingo e estou em oração, pedindo que Deus conforte o coração da família.”

    Em nota, o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, disse que a morte de Caiado Filho provoca um “imenso vazio”.

    “A partida causa-nos um imenso vazio, embora saibamos que as memórias felizes haverão de se eternizar. São elas também que nos consolam nos momentos mais difíceis. A perda de um filho é uma profunda dor que somente o amor de Deus pode consolar.”

    No começo da noite deste domingo, o governador publicou uma mensagem em seu perfil no Twitter sobre a morte do filho:

    A Câmara de Goiânia decreta luto de três dias pela morte do filho do governador Ronaldo Caiado.

    *Publicado por Renan Porto

    Mais Recentes da CNN