Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Motorista que atropelou mulher durante “racha” é indiciado pela polícia

    Durante coletiva, o delegado Ednelson de Jesus Martins, ainda afirmou que a polícia aguarda exames periciais

    Rafael Villarroelda CNN*

    São Paulo

    O homem que atropelou uma mulher durante uma disputa de racha na noite da última segunda-feira (20) na Grande São Paulo, foi indiciado pela Polícia Civil pelos crimes de lesão corporal gravíssima, omissão de socorro e fuga do local do acidente, segundo informou o delegado Ednelson de Jesus Martins, responsável pelo caso.

    Identificado como Carlos André Pedroni de Oliveira, ele se entregou à Polícia Civil na cidade de Barueri para prestar depoimento.

    O caso ocorreu na última segunda-feira (20) na alameda Rio Negro, em Alphaville. Na ocasião, uma motocicleta foi atingida pelo veículo em alta velocidade. Maria Graciete Alves da Silva, 36 anos, estava na garupa e, com a força do impacto, teve uma perna amputada. O condutor da moto também se feriu. Ambos ainda estão internados.

    Segundo a polícia, os dois motoristas que participavam do racha fugiram do local do acidente sem prestar socorro.

    Ao longo do dia, motoboys fizeram um protesto no 2º DP de Barueri. Segundo a Polícia Militar, a manifestação foi pacífica e os profissionais reivindicaram mais segurança no trânsito.

    Na última terça-feira (21), a polícia ouviu o dentista Roberto Viotto, conhecido por atender celebridades, sobre um possível envolvimento no caso. O delegado do caso, Ednelson Martins, aponta Viotto como um dos participantes do racha.

    Tópicos

    Tópicos