RJ: Mulher é presa suspeita de fazer exame falso de Covid-19 ao preço de R$ 200

Polícia estima que cerca de 500 pessoas tenham caído no golpe

Thayana Araujo, da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

A Polícia Civil investiga se pelo menos 500 pessoas foram enganadas no Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo com resultados fraudados de teste de Covid-19. Em pleno auge da pandemia, os investigadores identificaram um grupo suspeito de realizar exames falsos para a detecção do Covid-19 na região metropolitana do Rio. 

De acordo com a polícia, uma dessas mulheres foi presa em flagrante depois de se passar por funcionária de um laboratório. Ela é acusada de realizar falsos testes, tanto RT- PCR quanto o sanguíneo. Diante das diversas denúncias, a polícia foi até local onde ela agia.  

A CNN obteve imagens do momento em a mulher realizava um teste de Covid-19 em uma vítima. A pessoa pagou a quantia de R$ 200 pelo exame. Segundo o delegado André Neves, o material biológico jamais passava por um exame laboratorial adequado e a suspeita montava o resultado dos testes de acordo com a mera conveniência, com base nos sintomas narrados pelas vítimas. 

Em nota, o laboratório informou que a mulher não fazia parte do quadro de funcionários do laboratório. Diante das comprovações, a polícia a indiciou pelo crime de estelionato. Um vasto material para exames, inclusive material biológico já coletado, foi apreendido pelos investigadores.

Mais Recentes da CNN