Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mulher morre por bala perdida em Duque de Caxias e deixa duas filhas pequenas

    Vítima era conhecida pela sua extrema dedicação ao trabalho e família

    Quetilene Soares de Souza, foi fatalmente atingida por um disparo no pescoço
    Quetilene Soares de Souza, foi fatalmente atingida por um disparo no pescoço Reprodução / Redes sociais

    Thomaz Coelhoda CNN* São Paulo - SP

    Uma mulher de 37 anos, identificada como Quetilene Soares de Souza, foi fatalmente atingida por um disparo no pescoço, na tarde de quinta-feira (20), em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. 

    A vítima deixou duas filhas, de 2 e 7 anos. Ela estava voltando para casa quando decidiu verificar a presença do marido em um bar próximo à residência do casal. Ao sair de casa, ela foi atingida pelo tiro.

    Agentes da Polícia Militar relataram terem sido alvo de disparos de arma de fogo por parte de criminosos, quando patrulhavam pela Comunidade do Dique, o que resultou em um confronto na região. 

    Após o cessar-fogo, a equipe foi informada de que a mulher havia sido atingida e a socorreu imediatamente para o Hospital Moacir do Carmo, onde veio a falecer. 

    A polícia apreendeu as armas dos policiais militares envolvidos na ação para exame de perícia.

    Quem era a vítima

    Quetilene de Souza, que era supervisora de uma empresa da área de odontologia, era conhecida por sua dedicação ao trabalho e à família.

    Amigos e familiares lamentam a perda de Quetilene, descrevendo-a como uma “mãezona” extremamente dedicada às suas duas filhas.

    Quetilene de Souza e sua família, no Mêsversário da filha mais nova / Reprodução / Facebook

    O enterro está marcado para amanhã (22), às 12h, no cemitério Raiz da Serra, em Piabetá, município de Magé.

    Segundo o relato de um amigo de infância da vítima à CNN, a mãe dela, desolada, ajudava a cuidar das netas enquanto Quetilene e seu marido trabalhavam.

    O marido, transtornado com a perda, compareceu à delegacia para testemunhar sobre o incidente.

    A investigação sobre o caso está em andamento para determinar as circunstâncias precisas que levaram ao disparo fatal que tirou a vida da mulher.

    *Sob supervisão de André Rigue