Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Novo ciclone deve se formar no RS e provocar chuva forte e ventos de até 60 km/h

    Fenômeno se formará na quarta-feira (26) no litoral gaúcho, próximo à fronteira com o Uruguai, diz Climatempo

    Destruição provocada pela passagem do ciclone em Pelotas, no Rio Grande do Sul
    Destruição provocada pela passagem do ciclone em Pelotas, no Rio Grande do Sul Eduardo Rodrigues/Agência Pixel Press/Estadão Conteúdo

    Flávio Ismerimda CNN

    São Paulo

    Um novo ciclone extratropical deve se formar no Rio Grande do Sul e provocar fortes chuvas e ventos de até 60 km/h na região Sul essa semana. Segundo a Climatempo, o fenômeno deve se formar na quarta-feira (26).

    O ciclone se formará na costa da parte sul do estado, próximo à fronteira com o Uruguai. Cidades a região — como Bagé, Rio Grande e Pelotas — devem ser alvo de até 60 mm já na terça-feira. O sistema também provocará chuva e ventos em Santa Catarina e no Paraná.

    Na quinta (27) e na sexta-feira (28), o fenômeno deve se afastar para o mar e permitir mais estabilidade no tempo do Rio Grande do Sul. Nos outros estados do Sul do Brasil, a previsão para esses dias é de chuva moderada.

    A Climatempo alerta, no entanto, que esse ciclone é mais brando do que o anterior. “Este ciclone não deve provocar ventos tão intensos como o último que atuou sobre o Sul do Brasil, mas há previsão de rajadas variando de 40 a 60km/h sobre a maior parte do Rio Grande do Sul”, afirma a empresa em nota.

    VÍDEO – Entenda como se comporta um ciclone extratropical

    Além do rastro de destruição deixado, ao menos quatro pessoas morreram durante a passagem do último ciclone — duas em São Paulo, uma em Santa Catarina e uma no Rio Grande do Sul.

    Estima-se que 52 municípios gaúchos tenham sido atingidos pelo ciclone, deixando 234 pessoas desabrigadas e 331 desalojadas. Outros 17.399 habitantes do estado foram afetados pelo evento climático.

    Veja os estragos provocados pela passagem do último ciclone