Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Número de focos de incêndio na Amazônia é o maior para junho desde 2007, diz Inpe

    De acordo com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), somente no dia 27, foram registrados 216 focos

    Giulia Alecrimda CNN

    em São Paulo

    Ouvir notícia

    A Amazônia registrou 2.562 focos de incêndio em junho –o maior registro para o mês desde 2007, quando houve 3.519 focos. Em um único dia (27), 216 pontos chegaram a ser indicados. Os dados são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe)

    Já o maior número para o mês de junho desde o início da série histórica, em 1998, foi 9.179 focos em 2004.

    O ano de 2022 acumula 7.533 focos durante os primeiros seis meses.

    Para o mesmo recorte, o ano de 2004 foi o que mais obteve focos de incêndio: foram 17.340 no primeiro semestre. Esse mesmo ano também registra outra triste marca: foi o pior da série histórica com o maior número de focos em 12 meses: 218.637.

    A média de focos por ano está em 107.921, sendo que o menor registro (48.169 focos) foi no ano de 2000.

    A alta de queimadas costumam ter início no mês de junho, perdurando até outubro, quando voltam a cair.

    A Amazônia é o bioma com o maior número de focos desde o início da série histórica; em segundo lugar está o cerrado e o terceiro costuma ficar entre a caatinga e a mata atlântica.

    Série histórica de focos de incêndio na Amazônia
    Série histórica de focos de incêndio na Amazônia / Arte/CNN (com dados do Inpe)

    Mais Recentes da CNN