‘O futebol não se esgota nas quatro linhas’, diz o jornalista Juca Kfouri

Em entrevista ao O Mundo Pós-Pandemia, jornalista fala sobre política e os reflexos da pandamia no esporte

da CNN

Ouvir notícia
 
 

O Mundo Pós-Pandemia dessa sexta-feira (14) conversou com o jornalista Juca Kfouri sobre os impactos do novo coronavírus. “Esporte sem torcida é mais ou menos como chupar uma bala sem tirar o papel”, disse, sobre a realidade imposta pela novo Covid-19 na organização dos eventos.

Kfouri também falou da relação do futebol com a política e a sociedade. “O futebol não se esgota nas quatro linhas do campo, é muito mais que isso”.

Leia também:
‘A arte é uma atividade essencial’, afirma a atriz Denise Fraga
‘Transformação se impõe, não é mais uma opção’, diz ministra Cármen Lúcia
‘Esta crise é a mais violenta que já vi em toda a minha vida’, diz Abilio Diniz

“Eu nunca deixei a ditadura me roubar aquilo que eu tenho de mais íntimo: a minha paixão por futebol, a emoção que sinto quando ouço o hino do brasil, ao vestir verde e amarelo. Eu não permito que ninguém me roube os símbolos do Brasil”, acrescentou.

Kfouri também falou de racismo, homofobia e desigualdade nos esportes. Ele foi entrevistado pelas jornalistas da CNN Luciana Barreto e Thaís Herédia e a comentarista Lia Bock. O comando da atração é da âncora Daniela Lima.

(Edição: Leonardo Lellis).

Mais Recentes da CNN