‘O humor cura’, afirma Hélio de la Peña

O humorista falou sobre a relevância do riso em momentos difíceis e das mudanças no humor através do tempo

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O Mundo Pós-Pandemia dessa sexta-feira (4) entrevistou o humorista Hélio de la Peña. Ele falou sobre seus projetos durante a quarentena e a importância da comédia em momentos difíceis.

“Eu acho que o humor cura, de certa forma. Porque você conversa, você alivia, você muda um pouco de assunto naquela hora, você aborda até o assunto de uma maneira mais leve. Eu acho saudável”, disse.

O ator também fala sobre as relações pessoais depois da pandemia, e refletiu sobre como nos lembraremos desse momento no futuro. 

No momento atual, la Peña acredita que “pessoas mais esclarecidas devem ter uma posição exemplar” no que diz respeito ao isolamento social e à retomada das atividades no país.

Sobre a arte, o ator destaca os limites entre o humor que chama de ‘abusado’ e o ofensivo: “Para mim esse limite é individual. Conforme o tempo vai passando, coisas ofensivas vão perdendo a graça. E o comediante vive do riso, se as risadas diminuem, ele tem que mudar de assunto”

Leia também:
‘A literatura é uma vacina contra o medo’, diz Fabrício Carpinejar
‘Gosto de escrever a comédia da tolerância’, afirma Miguel Falabella
‘O futebol não se esgota nas quatro linhas’, diz o jornalista Juca Kfouri

Ele abordou a importância do riso na crítica social, falando sobre a comédia que faz enxergar as mazelas do cotidiano. “Antes ria-se só do escravizado, hoje ri-se também do patrão. Nessa hora se está rindo e denunciando alguma coisa”.

Hélio de la Peña foi entrevistado pelas jornalistas da CNN Luciana Barreto e Thaís Herédia e a comentarista Lia Bock. O comando da atração é da âncora Daniela Lima.

A CNN está no canal 577 nas operadoras Claro/Net, Sky e Vivo. Para outras operadoras, veja aqui como assistir à CNN.

(Edição: Sinara Peixoto).

Mais Recentes da CNN