“O racismo é uma doença curável”, diz Martinho da Vila à CNN

O cantor também comentou sobre a homenagem de “Excelência Musical” que recebeu no Grammy Latino, realizado em Las Vegas

Produzido por Layane Serrano

Em São Paulo

Ouvir notícia

Na véspera do Dia da Consciência Negra, celebrado no dia 20 de novembro no Brasil, o cantor Martinho da Vila falou sobre a data em entrevista à CNN e afirmou que “o racismo é uma doença curável”.

“O racismo é uma doença curável, porque ninguém nasce racista. As pessoas aprendem a ser racistas. Esse é um ensinamento do Nelson Mandela. E quem aprendeu a ser racista pode aprender a ser amoroso e compreensivo. Então, nós temos que colaborar com essa cura com as nossas ações, com as nossas atividades, com a nossa palavra e, principalmente, com nossos exemplos”, afirmou o cantor.

Martinho da Vila também comentou sobre a homenagem de “Excelência Musical” que recebeu no Grammy Latino, realizado em Las Vegas na última quinta-feira (18).

“Todo prêmio é estimulante. Então, ele nos alavanca para continuar a cumprir a missão que temos. Minha missão é cantar para divertir, emocionar e levar a reflexão. Por isso, eu recebo essa premiação muito bem”, afirmou Martinho da Vila.

(Publicado por Evandro Furoni)

Mais Recentes da CNN