Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Operadoras devem implantar tecnologia para notificar usuários sobre desastres

    A Anatel determinou que as operadoras de telefonia cumpram a medida até 31 de dezembro de 2023

    Operadoras também devem realizar bloqueio preventivo das chamadas a pedido do consumidor
    Operadoras também devem realizar bloqueio preventivo das chamadas a pedido do consumidor Foto: Divulgação / Pixabay

    Bruna Ostermannda CNN

    A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) determinou que as operadoras de telefonia implantem a tecnologia “cell broadcasting” para envio de alertas de desastres aos usuários. A medida garante que até mesmo pessoas que não se cadastraram sejam alertadas sobre possíveis impactos nas áreas onde vivem.

    As companhias têm até 31 de dezembro de 2023 para aderirem à medida.

    Com a decisão, os alertas devem incluir uma faixa muito maior da população brasileira. Atualmente, o serviço funciona mediantes cadastro, por meio de mensagens de texto, Telegram, Google Alertas, TV por assinatura e WhatsApp, com informações da Defesa Civil.

    “A tecnologia cell broadcasting representará um salto, um novo paradigma em termos de proteção. Toda a população brasileira, a partir de uma situação crítica que seja detectada, vai receber, em seu celular, notificações e dicas de como se autoproteger em situações de desastres”, destaca coordenador-geral de Gerenciamento de Desastres da Defesa Civil Nacional, Tiago Molina Schnorr.

    O novo sistema tem dois diferenciais: dispara um alarme com aviso sonoro, mesmo que o celular esteja em modo silencioso, e sobrepõe uma mensagem de alerta na tela, independentemente do conteúdo que estiver em uso.

    Avisos sobre risco de chuva forte, ventania e outras ocorrências que podem impactar a vida dos brasileiros já são uma realidade para aqueles que se cadastram no sistemas de alertas.

    Como no Rio Grande do Sul, onde o cidadão cadastra o número do celular na Defesa Civil e recebe, por SMS, avisos, conforme a previsão do tempo. Na última segunda-feira, 21 de novembro, moradores de Porto Alegre, foram alertados da possibilidade de temporal, acompanhado de descargas elétricas, ventos de até 70km/h e eventual queda de granizo, em um período de 4h. Na mensagem, constava ainda os números de emergência a serem acionados: 190 ou 193.