Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Papa Francisco envia mensagem de solidariedade aos atingidos pelas fortes chuvas no RS

    Até o momento, 12 municípios decretaram situação de emergência após a passagem de um ciclone que deixou ao menos 46 mortos

    Da CNN*

    O papa Francisco enviou, na sexta-feira (8), mensagem de solidariedade aos atingidos pelo ciclone que passou pelo Rio Grande do Sul, deixando ao menos 46 mortos no estado.

    O telegrama ao arcebispo de Santa Maria (RS) e presidente do regional Sul 3 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Leomar Brustolin, é assinado pelo secretário de Estado do pontífice, cardeal Pietro Parolin, e fala em “rastro de destruição e morte”.

    Veja também – Chuvas no Sul: as medidas que podem ser tomadas para minimizar a tragédia

    Francisco pede a reconstrução das localidades de forma rápida e eficaz e concedeu, ainda, a bênção apostólica a todos os atingidos pela tragédia.

    Segundo a Defesa Civil do Rio Grande do Sul, até a noite de sexta-feira (8) foram registradas 46 mortes.

    Entre as cidades mais atingidas estão Muçum, Roca Sales, Nova Bassano, Santa Tereza, Bento Gonçalves, Estrela, Ibiraiaras, Passo Fundo, Mato Castelhano, Encantado, Lajeado e Arroio do Meio.

    Até o momento, 12 municípios decretaram situação de emergência. Os principais danos na região foram registrados em moradias, prédios públicos, comércios, áreas agrícolas, estradas e pontes. Ainda há pontos de rodovias com bloqueios devido às chuvas.

    O número de desabrigados é de 3.046, além de 7.781 desalojados. Ao todo, 135 mil pessoas foram afetadas no estado.

    Refeições prontas e mantimentos são enviados para vítimas do ciclone no RS

    Pelo menos 200 refeições por dia começaram a ser distribuídas nesta sexta-feira (8) para vítimas do ciclone extratropical que devastou parte do Rio Grande do Sul e voluntários da tragédia.

    As marmitas são preparadas em uma cozinha solidária. A iniciativa é coordenada pela Ação da Cidadania, que também já distribuiu 500 cestas básicas e 1500 kits de higiene pessoal.

    A arrecadação de donativos continua. As doações podem ser realizadas através do site www.acaodacidadania.org.br/emergencias e pelo pix: .

    A ONG reiniciou a campanha emergencial na quarta-feira (6). O direcionamento do material arrecadado para os municípios mais afetados é feito por lideranças locais e autoridades.

    A campanha Emergências já levou suporte, em outras ocasiões, para municípios do Maranhão, Tocantins, Pará, Minas Gerais, Bahia, Rio de Janeiro, Alagoas e Pernambuco.

    *Com informações do Estadão Conteúdo e de Isabelle Saleme, da CNN, em São Paulo