Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Passageira cospe em motorista de aplicativo após discussão por falta de troco; veja

    Vídeo publicado nas redes sociais do motorista mostra que ele revida e cospe de volta na cliente enquanto ela sai do carro

    Passageira cospe no motorista de aplicativo após discussão sobre troco.
    Passageira cospe no motorista de aplicativo após discussão sobre troco. Reprodução

    Da CNN

    Uma passageira cuspiu em um motorista de aplicativo depois que ele pediu para que ela descesse do carro, pois não tinha troco em dinheiro para o valor da corrida. O vídeo viralizou nesta segunda-feira (21).

    O motorista Luiz Oliveira postou o vídeo do momento em suas redes sociais, no qual é possível ver ele revidando e cuspindo de volta na passageira.

    Na postagem, Oliveira chamou a cliente de “a caloteira do Uber”, e escreveu: “vamos deixar ela [sic] famosinha”. As imagens mostram a mulher entrando no carro e perguntando se Luiz tem R$ 30 de troco, ao que ele responde que não e pergunta se ela poderia pagar em Pix.

    A passageira diz que não pode e alega que só tem aquele valor em dinheiro. Em seguida, sugere ao motorista que ele selecione a opção de “pagar na próxima [corrida]”.

    Veja o vídeo:

    @luizoliveir3

    #tiktokemcasa

    ♬ som original – Luiz Oliveira

    Luiz responde que não e diz que vai parar o carro e encerrar a corrida, e sugere que a mulher pegue um táxi. Ela, então, responde: “Nossa, Luiz, mas o senhor é um grande filho da p***, né?”. O motorista retruca: “Filha da p*** é você”. E então a mulher cospe nele.

    Enquanto ela sai do carro, ele cospe de volta. E a mulher começa a gritar “O que isso? Você está doido? Você está louco?”.

    O que diz a Uber

    Em nota, a Uber lamentou o caso e disse que “considera inaceitável o comportamento das partes registrado no vídeo compartilhado”. A empresa informou que ambas as contas foram suspensas durante a apuração do caso.

    “É importante esclarecer que não existe função de ‘pagar na próxima’. O app apenas permite que o motorista informe as situações em que o usuário não honrou o pagamento. Isso cria um débito na conta do usuário, mas é uma opção do motorista, não uma escolha que cabe ao usuário”, esclareceu a empresa.

    “Esse recurso foi criado em 2019 pensando em ajudar os motoristas parceiros com troco e não a incentivar que usuários deixem de pagar viagens. Como em qualquer serviço, a responsabilidade pelo pagamento é do tomador do serviço. Solicitar viagens sem fazer o pagamento também pode levar ao bloqueio da conta do usuário. A Uber não recomenda que motoristas utilizem essa opção com frequência e sem real necessidade.”

    A Uber ainda acrescentou que “ofender e agredir a outra parte são claras violações do Código da Comunidade Uber e são atos que podem levar à desativação permanente das contas envolvidas”. E que os motoristas parceiros da empresa têm permissão para instalar câmeras e gravar as viagens para fins de segurança, mas são claramente instruídos a respeitar a privacidade do usuário.

    “Isso inclui a proibição expressa de gravar viagens a fim de publicá-las nas redes sociais ou em qualquer outro fórum público. Tal prática também representa uma clara violação do Código da Comunidade que pode levar à desativação”, disse a empresa.

    A CNN tenta contato com o motorista e com a passageira.

    Veja também: Motorista de app é atacado na Cracolândia, em SP

    *Publicado por Fernanda Pinotti. Com informações de Anderson Oliveira, da CNN