Pedido de Suzane von Richthofen para ir ao regime aberto é negado pela Justiça

Condenada a 39 anos de prisão pelos assassinatos dos pais, ela permanecerá no regime semiaberto

Julyanne Jucá, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) negou, nesta quinta-feira (17), o pedido de progressão para o regime aberto feito pela defesa de Suzane Louise von Richthofen.

Condenada a 39 anos de prisão pelos assassinatos dos pais, ocorrido em 2002, Suzane permanecerá no regime semiaberto – que permite saídas temporárias. A pena é cumprida na Penitenciária Feminina Santa Maria Eufrásia Pelletier, em Tremembé, no interior de São Paulo.

Leia também:
Zequinha, um dos criminosos mais procurados do Brasil, é preso no interior de SP

Suzane von Richthofen
Suzane von Richthofen
Foto: Marcelo Gonçalves/Sigmapress/Estadão Conteúdo (11.out.2017)

O comunicado do TJ informa que, “por maioria de votos, a 5ª Câmara de Direito Criminal rejeitou os embargos infringentes opostos por Suzane.” Isto é, a Justiça havia negado uma solicitação feita pelo defensor público de Suzane em 2018 e, agora, negou os novos argumentos apresentados.

No entanto, como o processo tramita em sigilo, a Justiça não pôde fornecer mais detalhes.

Mais Recentes da CNN