Perícia da Polícia Federal libera corpos de Dom e Bruno para famílias

Avião decolará do aeroporto de Brasília, nesta quinta-feira (23), às 14h

Agentes da PF carregam, em Brasília, caixão com restos mortais após suspeito confessar ter matado Dom Phillips e Bruno Pereira
Agentes da PF carregam, em Brasília, caixão com restos mortais após suspeito confessar ter matado Dom Phillips e Bruno Pereira 16/06/2022REUTERS/Ueslei Marcelino

Da CNN

Ouvir notícia

O Instituto Nacional de Criminalística da Polícia Federal (PF) entregará, nesta quinta-feira (23), às respectivas famílias, os corpos do indigenista Bruno Araújo Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips. O avião decolará do aeroporto de Brasília às 14h.

Os trabalhos dos peritos continuarão nos próximos dias concentrados na análise de vestígios diversos do caso.

De acordo com fontes da PF, o terceiro suspeito preso, Jefferson Lima da Silva, relatou às autoridades que ele e o pescador Amarildo da Costa Oliveira foram responsáveis por atirar nas vítimas. Segundo ele, Pereira chegou a cumprimentar Amarildo minutos antes do assassinato. Pouco depois, o indigenista viu a lancha do suspeito e orientou o jornalista a fotografá-la – o que teria irritado pescador.

A perícia já identificou que Bruno foi atingido por três disparos e Dom por um.

Após a identificação dos corpos, a polícia localizou também a embarcação em que viajava a dupla e que foi afundada pelos assassinos.

Na sexta-feira (17) e sábado (18), os investigadores confirmaram que os restos mortais encontrados na floresta eram de Dom e Bruno.

Mais Recentes da CNN